Notícias

Movimentos Vem pra Rua e Lula Livre fazem manifestações pelo país

Published

em

Manifestantes se reuniram na praça da Bandeira, no Centro de Lages.

O Movimento Vem pra Rua realiza manifestações em diversas cidades do país neste fim de semana. Em Lages, os manifestantes se reuniram às 10 horas deste domingo (7), na praça da Bandeira, onde fica a estátua de Correia Pinto, no Centro. Em torno de 25 pessoas marcaram presença no ato. Choveu um pouco, e por isso o coordenador do movimento na cidade, o empresário, Márcio Almeida, acredita que o número de pessoas diminuiu. 

Manifestantes conversaram sobre a importância da Operação Lava Jato.

O objetivo da manifestação é apoiar a Operação Lava Jato e mostrar que o movimento é contra a ação do Superior Tribunal Federal (STF), que pretende julgar a validade da prisão em segunda instância pela Justiça. O julgamento estava marcado para a próxima quarta-feira (10), mas o presidente do STF, ministro Dias Tofolli resolveu esperar e não foi decidida uma próxima data. Isso porque, se a medida for aprovada, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pode ser solto, já que foi condenado em segunda instância na Operação Lava Jato.

O presidente do STF, adiou a votação, atendendo um pedido da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A entidade é autora de uma das três ações que tramitam no Supremo sobre o tema, que pedem a revisão da condenação da 2ª instância. As outras duas foram feitas pelos partidos Patriota (antigo PEN) e PC do B.

A OAB pediu adiamento para avaliar a questão novamente, pois recentemente a entidade teve sua diretoria alterada. Mas, tudo leva crer que será a favor da liberação dos presos em 2ª instância, já que o atual presidente, Felipe Santa Cruz, em 2016, pediu a cassação do mandato do presidente Jair Bolsonaro (PSL), quando era deputado federal. Na época, Cruz comandava a OAB do Rio de Janeiro e tomou essa medida, porque Bolsonaro, na votação do impeachment da ex-presidente Dilma Roussef (PT), homenageou o coronel Carlos Brilhante Ustra, reconhecido pela Justiça como torturador durante a ditadura militar. O presidente da OAB, alegou que Bolsonaro fez apologia à tortura, na homenagem a Ustra.

Movimento Lula livre também realiza manifestações

O ato Lula Livre também realiza manifestações pelo país neste domingo, data em que completa um ano da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na carceragem da Polícia Federal (PF), em Curitiba. O protesto foi liberado com restrições pela Justiça Estadual do Paraná, que desde o dia 21 de fevereiro voltou a proibir manifestações pró ou contra Lula, nas ruas do bairro onde está a PF.

No Brasil, movimentos de 17 capitais confirmaram agenda de mobilizações, além de 32 manifestações em 15 países.

clique para comentar

Deixe uma resposta