Essencial

Série “Você”, amor ou obsessão?

Published

em

Foto: Divulgação

Mesmo que você ainda não tenha visto, já deve ter ouvido falar sobre essa série de nome singelo, mas que está fazendo um grande alvoroço nas redes. Assim, como outros sucessos de 2018, ‘Você’ (You – título original) foi lançada na Netflix em dezembro e cativou o público desde a sua estreia. Exibida originalmente nos Estados Unidos pelo Canal Lifetime, a produção é uma adaptação do livro de mesmo nome da autora, Caroline Kepnes.

A história de Joe (Penn Badgley) e Beck (Elizabeth Lail) é cheia de reviravoltas e muita tensão. Desde os primeiros 15 minutos, já podemos perceber que Joe, gerente de livraria, apresenta um desequilíbrio psicológico, que se intensifica ao longo dos 10 episódios.

Beck é uma aspirante a escritora, que acaba cruzando o caminho de Joe em seu local de trabalho. A partir daí, a obsessão do rapaz se inicia, ele usa a internet e as mídias sociais para conhecer um pouco mais da garota pela qual ele diz ter se apaixonada à primeira vista!

Vocês acreditam em amor à primeira vista? É um dos questionamentos que o personagem faz ao público em uma das narrativas. E isso é o mais interessante e até mesmo aterrorizante, já que a série toda é narrada por ele, então, quando você assiste e avalia cada um dos personagens, na realidade está tendo a perspectiva de uma pessoa com um sério transtorno de personalidade.

Mesmo que você já tenha lido muito sobre a série ou visto trechos por aí, vale ressaltar que cada pessoa pode ter perspectiva diferente. Afinal, algumas pessoas revelaram ter gostado de Joe e até mesmo torcido por ele, coisa que nunca aconteceu comigo. Mas a narrativa apresenta tantas nuances que, para ser sincera, em alguns momentos me peguei sorrindo para cenas de Joe e Beck, infelizmente.

Alguns personagens são cruciais para que o público tenha diferentes visões sobre o vilão, que pode ser encarado por muitos como anti-herói. Assim como Paco, um garotinho, que foi introduzido na série, sem ao menos ter sido mencionado no livro, e faz com que o público tenha uma percepção mais humana de Joe, baseado na empatia que ele apresenta. Outras mudanças também foram introduzidas nas telinhas, como o final, que é surpreendente.

Coisas importantes devem ser citadas. A série, em momento algum, romantiza o personagem stalker, quem fez isso foi uma parcela do público. Ela aborda assuntos importantes como transtornos e relacionamentos abusivos. E também o fato de entender que os problemas de outras pessoas não devem justificar os atos do personagem.

Vale uma dica: se você pretende assistir, não procure muitas coisas na internet, ela está cheia de spoilers, eu cai nessa. A série é instigante, prende a atenção, deixa uma sensação de angustia, mas consegue nos envolver na história. Ela acaba, mas “Você” continua com aquela sensação de: eu não acredito nisso! A segunda temporada de “Você” já foi confirmada pela Netflix e tem previsão para setembro.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta