Conecte-se a nós

Turismo

Turistas lotam hotéis fazenda da Serra

Published

em

Turistas de Criciúma e Curitiba fizeram amizade no Boqueirão - Fotos: Susana Küster

Conforto, calmaria e belas paisagens. São as principais características que fazem turistas procurarem a Serra Catarinense. Atividades ao ar livre, piscinas, cavalgadas, pescarias, caminhadas em trilhas, passeios de jeep, além dos jogos de tênis de campo, futebol, vôlei, golf, entre outros. São vários os atrativos para os turistas nos hotéis fazenda da Serra, mas o que eles querem mesmo é relaxar e fugir da folia do Carnaval.

Em Lages, os hotéis fazenda chegaram a 100% da ocupação. A maioria já não tinha leitos disponíveis para o feriadão do Carnaval, em fevereiro. Quem programou a viagem com antecedência pode curtir sem problemas.

Um bom exemplo de grande procura é o Hotel Fazenda Boqueirão. Turistas de Balneário Camboriú, Porto Alegre, Curitiba, São Paulo e de outras cidades lotaram o local. Música ao vivo, baile tradicionalista e de Carnaval, além das atrações do espaço agradam todas as faixas etárias.

O turista de Criciúma, Valdir Marangone, 69 anos, veio com a esposa, os dois filhos, genro, nora e netos para curtir a calmaria do Boqueirão. Ele elogia o atendimento do local e diz que a família prefere sair de Criciúma para curtir as paisagens serranas e o ambiente calmo.

Com o mesmo objetivo, o empresário, Aderbal Muller, 47 anos, saiu com a esposa e os dois filhos de Curitiba na sexta-feira para ficar no hotel. Ele conta que a vigésima vez que vem a Lages, como a família de sua esposa é lageana, eles veem com frequência para o município. “Aqui o ambiente é calmo e confortável, muito diferente de Curitiba”.

Fãs de carteirinha de Lages, o casal Paulo e Cibele Beesen e Matos, vieram com os dois filhos para fugir do fervo do Carnaval de São José. Eles gostam de jogar, descansar e também das cavalgadas do hotel. “Viemos nas férias, feriados e até nos fins de semana. Quando dá vontade, viemos”.

Casal veio de São José para fugir do Carnaval

Situação diferente

Apesar da ocupação em hotéis fazenda ter uma média de 100% de ocupação, a rede hoteleira convencional não observa muito impacto com este feriado. Para o secretário de Turismo, Luís Carlos Pinheiro, seria interessante a iniciativa privada promover eventos em feriados prolongados para que a cidade tenha um movimento considerável de turistas. “A prefeitura não tem fôlego para promover eventos em todos feriados”.

Na Serra catarinense

Apesar da Secretaria de Turismo de Urubici, não ter dados do percentual de ocupação da rede hoteleira durante o feriado de Carnaval, a época é muito boa para setor. A secretária de Turismo, Simone Vieira, diz que planeja uma rede integrada de dados para que os números sejam divulgados e comprovem o bom retorno financeiro que os feriados causam na cidade.

A Pousada das Flores que fica no município está lotada desde sexta-feira e permanece assim até terça-feira. Um grupo de ciclistas que faz um evento na cidade ocupou grande parte dos quartos do local.

Em Urupema, um rodeio e um encontro de motorhome, movimenta a cidade durante o feriado. Alguns turistas vão para aproveitar a tranquilidade do município. A cidade possui em torno de 300 leitos, e, segunda a prefeitura, cerca de 80% está ocupado até terça-feira.

Segundo a diretora de Turismo de Urupema, Caroline Souza Melo, a divulgação da cidade, na mídia, tem fomentado a procura de turistas. A Reserva Faldum, que fica na cidade, fez um pacote promocional e com isso conseguiu lotação máxima de sábado até o fim do feriado.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: