Geral

TJD-SC suspende exclusão do BEC e manda federação refazer tabela

Published

em

Foto: Marco Aurélio Júnior/BEC/Divulgação

Mesmo após o apito final do Campeonato Catarinense da Série B, conquistado no dia 25 de agosto pelo Almirante Barroso contra o Concórdia, a competição não acabou. O Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina (TJD-SC) acatou recurso do Esporte Clube Blumenau (BEC) contra a exclusão da equipe da competição e decidiu recolocá-la no torneio. Além disso, determinou que a Federação Catarinense de Futebol (FCF), que organiza o torneio, remarque todas as seis partidas que foram canceladas. Cabe recurso de ambas as partes.

A decisão foi tomada na noite da última segunda-feira (9). Por unanimidade, os auditores do TJD-SC reconheceram o mandato de garantia do BEC, garantindo a manutenção da equipe na competição. Em seu recurso, o time de Blumenau alegou que a decisão de exclusão do campeonato foi tomada de forma unilateral pela federação.

Noutra decisão, a TJD-SC decidiu manter os dois WOs sofridos pelo BEC contra Fluminense de Joinville e Concórdia por causa da ausência de laudo do Estádio Ervin Blase, em Indaial, onde a equipe mandavam seus jogos. Após ser excluída, a equipe não pôde disputar as seis partidas da Série A que lhe faltavam. Foram anulados os jogos contra o Inter de Lages, Próspera, Almirante Barroso, Camboriú, Barra e Juventus. Além disso, foram invalidados todos os placares envolvendo o time.

A decisão pode causar um grande transtorno às equipes que disputaram a competição, pois elas, como é o caso do Inter de Lages, já encerraram as atividades e dificilmente terão condições de montar equipes para disputar as partidas que restam. Além disso, a remarcação dos jogos que faltam pode alterar drasticamente a tabela da competição, mudando a colocação das equipes. Vale lembrar que, por ser excluído das disputas, o BEC foi rebaixado à Série C de 2020.

Tanto o Blumenau quanto a Federação Catarinense de Futebol podem recorrer dessa decisão. O procurador Jurídico da FCF, Rodrigo Goeldner Capella afirmou que entidade vai recorrer da decisão ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Ele lembrou que, de cinco processos contra o BEC, o TJD-SC acatou apenas o da anulação da exclusão da equipe da competição, o restante dos recursos foi indeferido. Com base nisso, ele espera uma decisão favorável à federação no STJD. A reportagem não conseguiu contato com a assessoria do BEC.

 

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com