Geral

Procuradoria está acompanhando o caso de mãe e filha que alimentam os pombos

Published

em

Foto: Bega Godóy

Na edição de quarta-feira (15) do Correio Lageano, foi publicada matéria sobre denúncias da comunidade contra mãe e filha que alimentam pombos no Parque Jonas Ramos, o Tanque, em Lages. Além de a filha ser condenada pela justiça em processo que começou em 2015, com sentença anunciada contra ela em outubro passado, o município também é réu no mesmo processo. A determinação é que a família não crie cães e gatos na residência e ao município cabe a destinação dos resíduos sólidos e também a retirada de novos possíveis animais.

Segundo a Procuradoria-Geral do município, o caso está sendo acompanhado e, em outubro passado, dois fiscais do Meio Ambiente e a gerência da Vida Animal estiveram na residência em questão. Os agentes constataram que havia gatos e cachorros, inclusive os gatos estavam com sarna e receberam tratamento. As mulheres também estão sendo acompanhadas pelo serviço psicológico do município.

Ainda segundo o laudo emitido na ocasião da fiscalização, não foi percebido aumento de animais conforme a quantidade que havia na data da denúncia que gerou o processo. 

A Procuradoria afirma que, de acordo com o laudo, não foram encontrados resíduos em excesso, que prejudicassem os moradores da casa e as residências do entorno. Quanto à alimentação dos pombos, uma preocupação da vizinhança, pois as aves transmitem doenças, a Procuradoria disse não ter conhecimento, mas prometeu que irá orientar novas fiscalizações nos próximos dias. 

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com