Geral

Missas continuam suspensas até o dia 25 de maio na Diocese de Lages

Published

em

Foto: Susana Küster / Arquivo CL

O bispo de Lages, Dom Guilherme Werlang, emitiu na tarde desta terça, 5 de maio, o Decreto 08/2020, com a epígrafe: “Como Bom Pastor, Ele cuida do seu rebanho” (Cf Is 40,11),  determinando a continuidade do atual modo de isolamento e distanciamento social, permanecendo suspensas as celebrações comunitárias com a presença de fiéis até o dia 25 de maio.

“Continuar com as transmissões das missas, celebrações da Palavra e outras devoções pelas rádios e demais mídias sociais, fazendo da comunhão espiritual um importante instrumento de união eclesial e santificação pessoal, confirmando a bonita experiência onde cada família tem a possibilidade de ser igreja doméstica”, afirma o Decreto.

O decreto apresenta algumas considerações levadas em conta para tal decisão, como o crescimento dos casos de Covid-19 em Santa Catarina, o fato das dioceses vizinhas terem optado pela continuidade do isolamento social, a localização da Diocese de Lages que favorece grande mobilidade humana, e principalmente o grave perigo de contaminação quando há aglomeração de pessoas.

O bispo incentiva a continuidade e fortalecimento de ações solidárias nas paróquias e pastorais, em atenção às famílias mais necessitadas e sugere o uso do subsídio dos Grupos de Família, em oração semanal.

A Eucaristia pode ser levada aos enfermos, através de solicitação nas secretarias paroquiais, de acordo com as normas sanitárias de prevenção; por outro lado, é proibida a distribuição da mesma através de “Drive Thru”, bem como “passeio eucarístico” nas ruas.

Missas e cultos podem ser realizados, desde que sigam regras 

Confira algumas regras para as igrejas e templos religiosos

– A lotação máxima autorizada será de 30% da capacidade da igreja ou do templo

– Os lugares de assento deverão ser disponibilizados de forma alternada entre as fileiras de bancos, devendo estar bloqueados de forma física aqueles que não puderem ser ocupados

– Deve ser assegurado que todas as pessoas que entrem nos locais estejam usando máscara e higienizem as mãos com álcool gel 70%

– O atendimento aos integrantes dos grupos de risco como idosos (acima de 60 anos), hipertensos, diabéticos e gestantes deverá ser realizado exclusivamente em domicílio

– Os atendimentos individuais deverão ser agendados

– Os locais devem disponibilizar álcool gel para uso das pessoas

– Todos os fiéis e colaboradores deverão usar máscaras de tecido durante todo o período em que estiverem no interior do templo religioso ou da igreja

– Nos cultos em que houver a celebração de ceia, com partilha de pão e vinho, ou celebração de comunhão, os elementos somente poderão ser partilhados se estiverem pré-embalados para uso pessoal

– O responsável pelo templo deve orientar aos frequentadores que não poderão participar dos cultos, missas e liturgias caso apresentem sintomas de resfriados ou gripe

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com