Conecte-se a nós

Esportes

Lageano fatura o Sul Brasileiro de Parapente

Published

em

As provas aconteceram em Tangará, no Meio-Oeste de SC - Foto: Osmar Francisco dos Santos/ Divulgação

O lageano Maycon Santos entrou para a história por ser primeiro catarinense a conquistar o Campeonato Sul Brasileiro de Parapente. As disputas aconteceram no último fim de semana em Tangará, no Meio-Oeste de Santa Catarina, e reuniram mais de 100 pilotos dos três estados do Sul do Brasil.

Maycon competiu pela categoria Open – a principal. Ele disputou duas provas, de 55 e 48 quilômetros de voo cada uma. Faturou o título com cinco pontos de diferença do segundo colocado, o gaúcho Luciano Horn. “Estou muito feliz com o título e por ter representado Lages”, diz.

Além de Maycon, outros dois pilotos lageanos participaram das disputas: Osmar Francisco dos Santos Júnior e Rafael Antunes Scos, o qual ficou em segundo lugar na categoria Sport. Scos, aliás, foi vice-campeão brasileiro de parapente em agosto deste ano.

Maycon explica que, além de faturar o título de campeão, também conquistou uma vaga no Campeonato Brasileiro de Parapente. A competição  vai acontecer em duas etapas, nas cidades de Governador Valadares e Poços de Caldas, em Minas Gerais, nos meses de março e agosto do ano que vem.

Esta competição reunirá a elite do parapente do cenário nacional, por este motivo, o nível de dificuldade das provas certamente aumentará. Ciente disso, Maycon afirma que pretende treinar bastante para chegar bem nas disputas. Ele adianta que precisará buscar apoio para o torneio.

“O parapente é minha vida”

Maycon, atualmente com 26 anos, conta que começou a praticar o parapente com 11 anos. “Sempre sonhei em voar. O parapente é minha vida”, declara ele, que mora no Bairro Petrópolis. Atualmente, cerca de 30 pessoas praticam o esporte em Lages.

O grupo utilizava o Morro da Cruz para treinar, no entanto, o local foi interditado pela Defesa Civil do município, devido ao fato de ficar na rota dos voos do Aeroporto de Lages. Isso acabou complicando a vida de quem pratica o esporte. “Para treinar, precisamos procurar outro lugar”, conta.

A Defesa Civil do município argumenta que a proibição dos voos de parapente atende à determinação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), por questão de segurança. O órgão entende que essa prática esportiva coloca em risco a segurança do tráfego aéreo da cidade.

Maycon recebe o troféu de campeão

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: