Conecte-se a nós

Esportes

Justiça condena Treze e Marcelinho Paraíba a indenizarem o Inter de Lages

Published

em

Marcelinho defendeu o Inter em 2015 e 2016 - Foto: Bega Godoy/ Arquivo CL

A Justiça do Trabalho condenou o Treze da Paraíba e o jogador Marcelinho Paraíba a pagarem indenização ao Inter de Lages no valor de R$ 4 milhões por quebra de contrato do jogador. A sentença é da juíza da Vara do Trabalho de Lages, Patrícia Pereira de Sant’Anna. Cabe recurso.

Na ação, o Inter alegou que o Treze aliciou Marcelinho, o que é ilegal. O jogador se transferiu para o time paraíba no final de 2016, mesmo tendo contrato com o clube lageano, que mantinha tudo em dia com o jogador. Por conta disso, o Colorado acabou entrando na Justiça.

Posteriormente, o atleta conseguiu uma liminar que lhe dava o direito de atuar no Treze. Assim, teve início uma batalha jurídica nos tribunais, que acabou culminando na sentença da Justiça do Trabalho em Lages. A decisão já foi publicada no Boletim Eletrônico da Justiça do Trabalho.

O CL apurou que o Treze e o Marcelinho só perderam a ação porque foram julgados à revelia, isto é, ninguém compareceu para testemunhar, nem mesmo na audiência preliminar. Essa informação foi confirmada na sentença da juíza Patrícia Sant’Anna.

Marcelinho jogou no Inter em 2015 e 2016. Neste ano ele subiu para a Série C do Campeonato Brasileiro com o Treze e depois acertou com o Perilima-PB. Atualmente, está negociando com alguns clubes para a temporada 2019, entre eles o próprio Treze. O Inter disse que, por enquanto, não irá se manifestar sobre o caso. O CL não conseguiu contato com o Treze e com o Marcelinho.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: