Geral

Família quer cesta básica para passar o Natal

Published

em

Foto: Camila Paes

Janaina Pereira, de 32 anos, se emociona ao relembrar a carta escrita pelo filho mais velho, Antônio, de 13 anos. No desejo direcionado para o Árvore dos Desejos da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Lages, pede apenas uma cesta básica para o Natal da família para ajudar a mãe e os três irmãos.

Morando em uma casa simples, mas muito bem organizada e cuidada, a família de cinco pessoas se vira como pode. O pai de Antônio, Hellen (12), Bárbara (9) e Isabelly (5) os deixou há mais de quatro anos, e a mãe é quem toma conta dos filhos. Janaina ganha R$ 80 semanais, com faxinas que faz em um supermercado e outro estabelecimento.

O outro valor fixo recebido mensalmente é o Bolsa Família, que chega a R$ 110. Com a soma desses valores, que não chega a R$ 500, só de aluguel ela paga R$ 300, mais R$ 150 de água e luz e com o que resta, precisa colocar comida nos armários para alimentar os quatro filhos. A conta não bate e, por isso, precisa fazer bicos de manicure, faxineira e também lava muros e paredes.

Com a chegada das férias de verão, as aulas acabam e os filhos passam a ficar o turno integral em casa. Isso diminui a disponibilidade de Janaina para trabalhar e, algumas vezes, precisa levar a filha mais nova junto ou chama sua mãe, que também trabalha, para cuidar das crianças.

Vendo a situação da mãe, Antônio, que no momento em que a reportagem esteve no local estava na escola, escreveu para o Papai Noel, contando a história da família e pedindo para que este fim de ano seja melhor, com alimento na mesa.

Para alimentar as crianças, Janaina conta que é o básico e leite e carne são os artigos que são mais poupados. O que as crianças mais gostam de comer são bolachas recheadas e iogurte. Bárbara de 9 anos, adora miojo. Esses artigos são raros de encontrar na casa da família Pereira, pois é preciso priorizar o essencial.

Os irmãos são unidos. Quando a mãe sai para trabalhar, é Antônio quem toma conta dos mais novos, por ser o mais responsável e estar sempre ajudando Janaina. Os brinquedos são poucos, mas a imaginação é grande e é com um simples kit de panelinhas que as meninas brincam de cozinhar banquetes no quintal de casa.

Para tornar realidade o desejo de Antônio e sua família, basta ir à CDL, na Rua Coronel Córdova, Centro de Lages e adotar uma cartinha. Essa a é oportunidade de ajudar e transformar, ao menos, o dia de Natal de uma família.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com