Conecte-se a nós

Notícias

Em 10 anos, mercadinho foi assaltado duas vezes

Published

em

Na terça-feira (19), o atendimento foi normal. A comerciante recebeu clientes e fornecedores - Foto: Bega Godóy

Foram identificados, presos e detidos os quatro criminosos que assaltaram o mercado no Bairro Santa Cândida, na noite de segunda-feira, em Lages. Os R$ 255,00 que levaram do caixa foram devolvidos aos donos. Ação foi flagrada pelas câmeras do estabelecimento.

“Graças à Deus, a ação rápida da Polícia Militar e a sensibilidade dos meus vizinhos, nada de mal aconteceu. Foram minutos de terror e de muito medo”. São as palavras da proprietária do Mercado Pereira, a dona Márcia Pereira (42), ao descrever o assalto no seu estabelecimento. Ontem ela já estava à frente do comércio e recebendo clientes e fornecedores.

A ação envolveu dois menores e dois adultos. Dois entraram primeiro e um, o único com capuz e boné e que portava uma garrucha, anunciou o assalto e foi direto para o caixa. Eles levaram do caixa R$ 255,00 mas o montante poderia ter sido maior. Minutos antes, a comerciante havia separado uma determinada quantia para pagar boletos.

“Era 19h50,  ele disse: perdeu, perdeu faz tudo que mando senão estouro a sua cabeça. Eu disse pode pegar”, afirma dona Márcia. Depois entraram os outros dois. Na hora, também estavam no local, um cliente (vizinho da frente) e sua comadre que todas as noites faz companhia para Marcia, até que ela feche o mercado que fica na Rua José Wilson Muniz. Um dos filhos da vítima estava na faculdade e outro, de seis anos, na casa de um amigo. O  marido estava no trabalho. Um dos bandidos até tentou tomar o telefone celular da comadre da dona Marcia.

Segundo Marcia, a ação durou menos de 10 minutos. O quarteto saiu correndo a pé, morro acima, sentido Avenida Papa João XXIII. Os criminosos foram presos em seguida, graças a atitude de um morador, aliás, a dona Marcia nem sabe o nome dele, sobretudo porque ele mudou-se há pouco para o bairro.

O homem se aproximava do mercado e viu os quatro bandidos em fuga, Certificou-se que era assalto, pegou seu carro e seguiu o quarteto até o Colégio Pedro Cândido, onde um dos menores estava contando o dinheiro.

Em seguida a polícia chegou e efetuou a prisão, recuperando todo o dinheiro. Dona Marcia disse que não conhece os criminosos. “Elas não eram daqui do bairro. E acho que nem sabiam que tinha câmera de monitoramento”, pondera.

Bandidos torturaram proprietário

Esse não foi o primeiro susto da família Pereira. Em 10 anos estabelecidos no bairro, já foram assaltados há cerca de seis anos. Aquela vez o terror foi maior. Eram dois homens que chegaram perto das 21h numa moto. Estavam encapuzados e armados.

“Eles nos amarraram. Mandaram meu marido deitar no chão e davam tapa na cara dele para ele revelar onde o dinheiro estava escondido na casa”, relembra a mulher. De acordo com ela, a ação durou cinco minutos e os bandidos nunca foram identificados. Foi por causa desse susto que a família instalou câmeras de monitoramento no mercado.

“Fomos salvos porque enquanto éramos torturados um menino, filho de um vizinho, chegou e mexeu no trinco da porta, abriu e viu a situação. Correu avisou ao pai que chamou a PM. Os bandidos se assustaram e fugiram de moto levaram o que tinha no caixa uns duzentos e poucos”, conta a comerciante.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta