Política

Daniela Reinehr diz que Estado precisa de recupeação moral e econômica

Published

em

Foto: Divulgação

Em vídeo publicado em suas redes sociais, a vice-governadora de Santa Catarina, Daniela Reinehr, manifestou-se sobre os últimos acontecimentos, no que diz respeito à compra de respiradores para o combate à pandemis do novo coronavírus.

Disse que  numa época em que deveíamos nos preocupar com o combate à Covid-19, faltou transparência e segurança jurídica, e que intalaram-se, no Estado, as “crise econômica, política e ética, em total desrespeito aos compromissos assmidos”.

Em sua fala, de pouco mais de um minuto, Daniela lembrou que há tempos não concorda com alguns atos administrativos, a exemplo do contrato de mídia da iluminação da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, sobre o qual se posicionou veemente contrária, dizendo que o gasto não era “oportuno”.

Mais recentemente, como destacou a vice em suas redes sociais, também se manifestou contra a instalação de um hospital de campnha em Itajaí, cujos custos estavam sendo questionados, bem como a aquisição de EPIs e respiradores.

Mas o que culminou com o posicionamento contra o atual governo, com o qual se elegeu, foi a compra de 33 respiradores da China, a um custo de R$ 33 milhões, sem licitação e sem garantias, tanto que o equipamento ainda não chegou ao Estado, tendo tal procedimento resultado na exoneração de uma servidora da Secretaria da Saúde, e dos secretários, Helton Zeferino (Saúde) e Douglas Borba (Casa Civil).

Daniela encerrou dizendo que “precisamos, agora, da união de esforços para a recuperação econômica e moral de Santa Catarina e a retomada da função do Estado.”

View this post on Instagram

▶️

A post shared by Daniela Reinehr (@danielareinehr) on

 

clique para comentar

Deixe uma resposta