Geral

Com pandemia faltam doadores e estoque de sangue está baixo

Published

em

Foto: Marcela Ramos/Arquivo CL

O isolamento social foi uma das medidas preventivas estabelecida pelo Ministério da Saúde para evitar a disseminação do novo coronavírus (Covid-19).

Atendendo ao apelo das autoridades, a população evita sair de casa e uma das consequências é a baixa no número de doações de sangue. 

No Hemocentro de Lages os estoque do banco de sangue diminuíram de forma significativa durante esse período. É necessário que as pessoas voltem a doar, mesmo seguindo as regras de isolamento social. Com apenas uma doação, onde são retirados 450ml de sangue, é possível salvar quatro vidas. 

O processo dura apenas 55 minutos, desde o cadastro, que é o primeiro passo, até a hora do lanche, que é realizado após a retirada do sangue.

“Entendemos que um dos motivos foi o isolamento social, embora a preocupação seja válida, é importante ajudar pacientes que sofrem com outras doenças nesse momento”, comenta a coordenadora da captação de doadores, Jady Mabilia. 

Jady também explica que as cirurgias eletivas foram suspensas, ocasionando uma uma pequena diminuição no consumo do sangue. Mas as outras especialidades, como oncologias e problemas renais crônicos, a demanda continua inalterada.

Os hemocentros de Lages e de todo o Estado de Santa Catarina, permanecem atendendo de forma normal. Mas para evitar a concentração de pessoas, agendam as doações.

São agendadas quatro pessoas a cada meia hora. “Estamos mantendo a segurança, responsabilidade e ética. Preservando a saúde dos doadores, sem colocar em risco o estoque de bolsas de sangue para continuar abastecendo os hospitais e clínicas em todo o Estado.  Pedimos que as pessoas saudáveis continuem realizando esse ato de solidariedade, explica. 

Como medidas de segurança, é realizada uma pré-triagem na entrada do Hemocentro. Um lavabo foi instalado para a lavagem das mãos e álcool em gel.  As cadeiras, na recepção, foram distanciadas uma das outras, respeitando a distância necessária de 1 metro. 

“Recomendamos o uso de máscara dentro do hemocentro. Mas atenção, se estiver com sintomas de gripe, aguarde 15 dias para realizar sua doação. Nesse momento de cautela, estamos informando que saia de casa só se for para fazer o bem! Doar sangue é, efetivamente, um ato de amor ao próximo. A doação é um fator importante para transformar a vida de milhares de pessoas, por isso, a importância de manter os estoques sempre abastecidos. Cada doação reflete o cuidado com o outro”, conclui Jady.

Horários de atendimento 

De segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30, e das 13h as 17h30. Nos segundos sábados de cada mês, o Hemosc também está em funcionamento das 8h às 12h.

Neste sábado (18), devido a situação, ficará até às 12h. É importante lembrar que para doar, deve-se ligar para fazer o agendamento. O Hemosc está localizado na Rua Felipe Schmidt, 33, no Centro em Lages. Para mais informações basta ligar (49) 3289-7011

Para doar é preciso 

  • Ter idade entre 16 e 69 anos (jovens de 16 e 17 anos devem estar acompanhados por um responsável legal, ambos portando documento oficial);
  • Ter idade máxima de 60 anos, 11 meses e 29 dias para a primeira doação; 
  • Pesar acima de 50 kg (com desconto de vestimentas);
  • Estar bem alimentado (alimentos leves e não ricos em gordura nas últimas 4 horas que antecedem a doação);
  • Apresentar documento emitido por órgão oficial com foto que permita a identificação;
  • Estar saudável; 

Quem não pode doar sangue 

  • Estiver com febre, tosse, gripe, dor de garganta ou outras infecções;
  • Estiver com reação e/ou crise de alérgica;
  • Teve diarréia nos últimos 7 dias (3 episódios ou mais);
  • Estiver com lesão de pele, afta ou herpes (a pele deve estar íntegra);
  • Tiver ingerido bebida alcoólica há menos de 12 horas;
  • Não tiver dormido pelo menos 6 horas na noite anterior à doação;
  • Fez endoscopia, colonoscopia ou outro procedimento invasivo nos últimos 6 meses;
  • Fez tatuagem, micropigmentação e maquiagem definitiva nos últimos 6 meses;
  • Colocou piercing nos últimos 6 meses (na região genital e oral, a doação só poderá ser realizada 12 meses após a sua retirada);
  • Teve Hepatite viral após os 11 anos de idade;
  • Estiver grávida ou amamentando bebê menor de 12 meses;
  • Fez cirurgia recentemente (inclusive implante dentário); 
  • Fez tratamento dentário sem anestesia nos últimos 3 dias, ou com anestesia nos últimos 7 dias;
  • Tiver problemas cardíacos ou pulmonares (sujeito à avaliação);
  • Tem hipertireoidismo ou tireoidite de Hashimoto; 
  • Recebeu transfusão de sangue ou realizou hemodiálise nos últimos 12 meses (bem como seus parceiros);
  • Esteve em área endêmica para o mosquito Aedes Aegypti (zika, chikungunya e dengue), conforme boletim epidemiológico;
  • Teve contato sexual com parceiro ocasional/eventual nos últimos 12 meses;
  • Usou drogas ilícitas há menos de 12 meses (maconha há menos de 12 horas, drogas injetáveis, inapto definitivo; 
  • Teve alguma doença sexualmente transmissível nos últimos 12 meses;
  • Vier com crianças menores de 5 anos sem outro acompanhante. 

Depois de doar sangue, fique atento a alguns cuidados 

  • Permaneça nas dependências do hemocentro por aproximadamente 15 minutos; 
  • Não flexione o braço por pelo menos 10 minutos e mantenha o curativo no local por no mínimo 4 horas. Se houver sangramento, faça compressão até estancar, podendo elevar o braço. Se tiver outros sintomas no local com dor, vermelhidão, edema  e formigamento, entre em contato com o setor de coleta do hemocentro;
  • Evite a ingestão de bebidas alcoólica por 12 horas e não fume nas primeiras 2 horas;
  • Nas próximas 12 horas, evite atividades com esforço físico (musculação, surf, dança, entre outros) e atividades de risco (altura, andaime, dirigir caminhão, ônibus, pilotar aviões etc; 
  • Beba bastante líquido nas primeira 6 horas;
  • Se você sentir algum mal-estar ou tonturas, deite-se com as pernas elevadas ou sente-se com a cabeça entre os joelhos. Se os sintomas persistirem, entre em contato com o setor de coleta de hemocentro;
  • A cada doação de sangue, o organismo necessita repor de 200 a 250 miligramas de ferro. Para ajudar nesse processo, sugere-se uma dieta com alimentos ricos nesse nutriente.
clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com