Política

Câmara de Vereadores: primeira sessão de um ano atípico

Published

em

Foto: Bega Godóy

A Câmara de Vereadores de Lages voltou do recesso de fim de ano nesta segunda-feira (3), para o último ano da atual legislatura. Entre os temas pautados, durante o ano, está a discussão sobre questões relacionadas à saúde, mobilidade, os projetos de lei do comércio dos ambulantes e dos taxistas e o das funerárias, que devem entrar ainda na pauta e serão amplamente discutidos.

O presidente da Câmara, Vone Scheuermann, abriu a sessão ordinária da noite. Além dos pedido de informação, requerimentos e moções, a assembleia também serviu para fazer uma projeção de como será a atuação de 2020.

Os vereadores, entre projetos, moções e indicações, apresentaram aproximadamente 250 trabalhos dentro dos próprios gabinetes ano passado. Além dos projetos de acompanhamento de comunidade, que os vereadores trabalham fora. 

Na pauta do dia, três pedido de informações, cinco moções e sete requerimentos. Os vereadores Lucas Neves (PP) e Jair Júnior (PSD), além dos líderes do Luiz Marin (PP), Jean Pierre (PSD), David Moro (MDB), falaram com nossa reportagem sobre a expectativa para este ano eleitoral, um período que limita muitas ações.

Lucas Neves 

O vereador Lucas Neves (PP) disse que o ano é decisivo: de eleição e é muito importante para ele, porque é o último ano de legislatura. Garantiu que não concorre a vereador. Neves quer aproveitar o máximo de experiência de “estar vereador” e, até dia 31 de dezembro, quer dar o seu máximo no sentido de propor aquilo que é importante para a cidade. “Nunca pensei, desde o início, num mandato no formato de ser um produtor de leis, porque temos muitas. Precisamos fiscalizar as que existem e garantir que elas funcionem”, explica. Para ele, a Lei do comércio de ambulantes vai render muito, e prevê discussões ao menos nos três primeiros meses do ano. Lucas quer focar, também, na fiscalização da ruas que estão sendo asfaltadas e contempladas pelo projeto da prefeitura “Minha Rua Melhor”. Sobre a candidatura a prefeito, Lucas disse que não é hora de falar em eleição. “Em março abre a janela de migração partidária, quando vamos sentar e conversar a respeito”, limitou-se a comentar.

Jair Júnior

O mais jovem vereador desta legislatura, do PSB, e prestes a trocar de partido, Jair Junior disse que tenta separar o mandato que vai até dia 31 de dezembro. Vai cumprir seu papel realizando as atividades programadas. “As pessoas dependem das decisões que são tomadas aqui. Espero que tanto o Poder Executivo, como o Legislativo, continuem funcionando mesmo sendo um ano eleitoral”, comenta. Sobre sua candidatura a prefeito, Jair acha cedo para falar no assunto, mas deixou claro que seu trabalho é para almejar um dia a candidatura majoritária 

David Moro

David Moro acredita que o ano será cheio de desafios. Um ano atípico por se tratar de ano eleitoral. “Eu, enquanto líder da bancada do MDB, sei que estamos aptos a dar sequência  nos trabalhos desenvolvido ao longo dos [últimos] três anos. Aprovando projetos, leis, apresentando moções que vem ao encontro da nossa sociedade, visando, não somente, a sigla partidária, mas buscando principalmente a cidade. Temos de priorizar os anseios da comunidade. Nossa sigla é Lages”, disse. No que se refere as eleições, salienta que conversou com os líderes e há muitos nomes para a corrida majoritária. Ele próprio é um pleiteador do cargo, assim como citou Vone Scheuermann, Thiago Oliveira e a presidente do MDB, Fátima Ogliari, além de outro nomes da liderança de partidos que, segundo ele, estão à disposição.

Jean Pierre

“Um ano de maior responsabilidade. Existem algumas ações que não se pode fazer por causa do calendário eleitoral. O partido tem uma bancada de cinco vereadores buscando aprovar as leis que vão ao encontro dos anseios da população. Algumas pautas temos de discutir antes do meio do ano, mas de um forma que fique bom para todo mundo.”

Luiz Marin 

O líder do PP, Luiz Marin encara o ano como uma reta final, depois de três anos de trabalho. Um período que vai ferver. “Todo mundo querendo mostrar trabalho. Fazer a coisa acontecer, puxando o povo para seu lado, fazendo mais visitas”, explica. Cada candidato tem a maior seriedade, tanto em época de eleição, quanto fora. “Os políticos estão muito mal falados. Espero que eles corrijam os erros e olhem para os mais necessitados”, garante. Marin falou ainda que não é por ser ano político, que projetos importante sejam engavetados.

Pedido de informação

  • Lei ordinária N. 4.335 relacionada às doações para as entidades beneficiadas 
  • Em relação ao serviço de acolhimento às pessoas em situação de Rua. 
  • Sobre o CEIM localizado no Bairro Jardim Celina

Moções

  • Repúdio ao sistema brasileiro e as leis que regulamentam e permitem que um servidor aposentado venha a exercer um cargo público, recebendo e acumulando os dois proventos.
  • Solicita a implantação do projeto que determina as inspeções em edificações e cria laudo de inspeção predial (LITE) no município de Lages SC.
  • Solicita destinação de emenda parlamentar para a pavimentação da Rua Vicente Celestino que passa pelos bairros Santa Clara e Santa Catarina do município de Lages/SC.
  • Assegurar à criança e ao adolescente, cujos pais ou responsáveis sejam pessoas com deficiência, ou idosos, a prioridade de vaga em unidade de rede pública municipal de ensino mais próximo de sua residência.
  • Sugere ao poder executivo que antes de qualquer benfeitoria nas vias públicas, seja realizado um levantamento para saber se há algum morador com deficiência física (cadeirante), para assim garantir a acessibilidade a todos.

Requerimentos

  • Requer realização de audiência pública para tratar da situação da saúde.
  • Em relação ao término da instalação das passarelas para pedestres na BR-282, perímetro urbano
  • Realização de sessão especial sobre o Dia Internacional da Mulher.
  • Nova cédula de identidade emitidas pelo IGP de Lages
  • Requer providência no sentido de informações sobre a medicação “jardiance 25mg” para diabéticos, disponibilizado na rede  de saúde estadual
  • Realização de Audiência Pública para tratar sobre o Projeto de Lei Complementar 0039/2019.
  • Realização de Audiência Pública para tratar sobre o Projeto de Lei Complementar 0039/2019.
clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com