Negócios

Atraso na licença não altera cronograma das obras da Berneck

Published

em

Licença deve ser entregue hoje, permitindo a retomada das obras - Foto: Núbia Garcia/Arquivo CL

As obras da terraplanagem no terreno que sediará a unidade da empresa Berneck, localizada às margens da BR-116, em Lages, devem ser retomadas em breve. O serviço foi interrompido temporariamente pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) devido ao atraso do projeto de Licenciamento Ambiental pela Prosul, Projetos, Supervisão e Planejamento Ltda. O documento deve ser concluído e entregue nesta sexta-feira (17) ao órgão. A informação foi confirmada pela diretora comercial e Marketing da empresa, Graça Berneck Gnoatto.

O gerente de desenvolvimento regional do IMA, Fernando Aroldi Sommariva pontua que a empresa foi autuada e foram embargadas as atividades porque ainda não possuía a Licença Ambiental Prévia (LAP). “Isso não significa que a atividade está inviabilizada, porém deverá, a empresa, apresentar dentre os documentos exigidos para a competente análise técnica do IMA, um laudo hidrogeológico da área,” acrescenta.  

Graça explica que a empresa recebeu, no dia 14 de fevereiro, deste ano, a declaração de uso de solo para a atividade de terraplanagem da Prefeitura Municipal de Lages. Com isso, foi contratada a empresa Dalba Engenharia para a fazer a limpeza, destoca e, posteriormente, a terraplanagem da área.

E, em dezembro de 2018, foi contratada a Prosul Projetos Supervisão e Planejamento Ltda, com sede em Florianópolis, para elaborar o projeto de Licenciamento Ambiental, o qual acabou sofrendo alguns atrasos e deverá ser regularizado hoje (17).

“Por causa deste atraso, o Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), determinou a suspensão temporária dos serviços até a regularização junto ao órgão, o que foi atendido pela empresa,’ afirma Graça.

Com um investimento próximo de R$ 850 milhões, a expectativa é que a fábrica de MDF e serrados, seja inaugurada em janeiro de 2021. Portanto, a informação é que o cronograma do projeto está mantido para iniciar a produção comercial em dezembro de 2020, gerando emprego e renda para o município e a população.

A previsão é que a unidade gere até 350 empregos diretos, além de beneficiar toda a economia da cidade. Esta é a terceira unidade da empresa. As outras duas plantas fabris do grupo estão localizadas em Curitibanos e Araucária (PR).

A fábrica de Lages, terá capacidade de produzir 570 mil metros cúbicos de MDF por ano, sem revestimento melamínico. O foco é atender indústrias de móveis, construção civil, segmento automotivo, eletrônica e embalagens. O parque fabril também terá capacidade de produzir outros 450 mil metros cúbicos de serrados por ano.

Cronograma de obras

  • 2019 – O barracão principal deve estar pronto até final de 2019 do ano;
  • 2019 – Chegada dos primeiros equipamentos;
  • 2020 – Oito meses será o tempo investido na montagem dos equipamentos;
  • 2020 – Praticamente tudo estará pronto até o final do ano;
  • 2021 – Serraria ficará pronta até o mês de junho.
Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta