Negócios

Serra tem maior área plantada, mas é a menos industrializada

Published

em

Área plantada da Serra é a maior de Santa Catarina - Foto: ACR/ Divulgação

A Serra Catarinense possui cerca de 240 mil hectares de florestas plantadas, nos 18 municípios, que são abrangidos pela Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures). Hoje, há cerca de 1,2 mil empresas no setor florestal da região, que fazem colheita, plantio, roçada, serraria, papel e celulose, produção de móveis, entre outros.

No Estado, este número sobe para 5,6 mil negócios, com maior quantidade no Alto Vale do Itajaí e no Planalto Norte. Apesar da Serra Catarinense ser a maior área plantada em Santa Catarina, é a menos industrializada. Em relação a empregos, cerca de 25 mil pessoas trabalham diretamente no setor e, no Estado, o número chega a 92 mil funcionários.

Estes números e outras informações estão no Anuário Estatístico de Base Florestal para o Estado de Santa Catarina, que foi lançado, quinta-feira (16) à noite, no Serrano Tênis Clube. O anuário traz informações atualizadas sobre área plantada com pinus e eucalipto no Brasil e no estado de Santa Catarina.

O evento também contou com a posse da nova diretoria da Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR), que tem agora como novo presidente, o engenheiro florestal Alex Wellington dos Santos, com mandato até 2022.

Mercado

A avaliação sobre o mercado de papel e de celulose é de crescimento de 44,5% ao ano. A madeira serrada cresce 3,5% ao ano e estes dois números são do mercado interno e externo, afirma o diretor executivo da Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR), Mauro Murara Junior.

As exportações têm crescido devido a alta do dólar e também problemas de mercado entre China e Estados Unidos. “Um país está sobretaxando o outro, os Estados Unidos aumentaram imposto, aí a China também aumenta taxa de outros produtos. Vira uma guerra comercial, e eles começam procurar produtos em outros países, o Brasil é um deles”.

Novo presidente

Para substituir Ali Abdul Ayoub, na presidência da ACR, foi eleito o engenheiro florestal Alex Wellington dos Santos. Formado pela Universidade do Contestado (UnC), também possui pós-graduação em Engenharia de Produção, pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc); e em Gestão Florestal, pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Desde 2004, atua na Manoel Marchetti Indústria e Comércio Ltda, de Ibirama (SC), e é gestor de operações do Grupo Marchetti. O engenheiro florestal presidiu a Associação dos Silvicultores do Vale do Itajaí , entre 2010 e 2013. Integrou a diretoria ACR entre 2010 e 2016, quando ocupou a vice-presidência.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Serra Catarinense tem maior área plantada, mas é a menos industrializada - Celulose Online

Deixe uma resposta