Notícias

UPA começa a atender neste sábado

Published

em

UPA fica próximo a rodoviária de Lages, no Bairro Universitário - Foto: Susana Küster

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Lages abre suas portas aos pacientes a partir das 14 horas de sábado (20). Os pacientes, a partir dessa data, deverão se dirigir até a Rua Roseno Frederico Vieira, no Bairro Universitário, próximo à Rodoviária Dom Honorato Piazera e não mais no Pronto Atendimento Municipal Tito Bianchini, que fica no Centro.

A nova estrutura irá atender a população 24 horas por dia, todos os dias da semana e foi construída com o foco no atendimento de crianças e adultos. Por isso, até dezembro, a emergência às crianças será direcionada à UPA. Os pacientes de trauma, cardiologia e AVC serão encaminhados para o Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. As pacientes de emergência obstétrica continuam sendo atendidas no Hospital Tereza Ramos e as crianças até 16 anos serão atendidas, por enquanto, no Hospital Infantil Seara do Bem.

Mas, os serviços de Pronto Atendimento de Pediatria, hoje em funcionamento no Hospital Infantil Seara do Bem, que é administrado pela Secretaria Municipal de Saúde (via SUS), provavelmente, ainda até o final deste ano, passará a funcionar na UPA do Bairro Universitário.

A UPA possui consultório de ginecologia e raio-X. Porém, o exame de imagem só será liberado em até três meses depois da inauguração, pois a sala não existia no projeto que está em fase de ajustes e precisa de aprovação do Ministério da Saúde. 

A diretora da UPA, Beatriz Montemezzo, explica que o objetivo não é aumentar os atendimentos, até porque a demanda continua a mesma, somente o local que vai mudar. A estimativa é que 500 pessoas sejam atendidas diariamente no novo endereço. Bom frisar que os postos de saúde, nos bairros, continuam com sua função, que é atender problemas de saúde mais básicos e encaminhar para outro local, se for necessário.

Por mês, a estimativa é que a prefeitura invista na unidade cerca de R$ 1,4 milhão. Atualmente, no Pronto Atendimento Tito Bianchini, a prefeitura tem o gasto de R$ 1 milhão mensal. Em contrapartida, o Ministério da Saúde, repassará por mês R$ 150 mil. 

Transporte

A Secretaria do Meio Ambiente, em conversa com a Transul, definiu que a linha da Dom Pedro II (Marechal Floriano) mudará um pouco sua rota. Foi retirado o ponto em frente da rodoviária e instalado na frente da UPA. O ônibus passará em frente a Uniplac, fará o retorno na quadra e volta para a Avenida Dom Pedro II.

Obra era para ter sido inaugurada em 2016

As obras da UPA começaram em 2011 e deveriam ter terminado em 2016, porém a empresa contratada abandonou os serviços. Na época, para dar continuidade, deveria ser lançado um novo edital. Porém, o Ministério da Saúde solicitou informações sobre o andamento da obra.

Como não foram encaminhadas respostas, uma auditoria foi instalada e exigida a devolução dos recursos de R$ 1,5 milhão aplicados pelo Governo Federal. Houve uma negociação entre o município e o Ministério da Saúde, e os recursos não precisaram ser devolvidos.

A obra foi retomada em setembro de 2017, apenas 30% haviam sido executadas, após ter ficado anos parada. No total, o investimento chegará a cerca de 5 milhões, incluindo os gastos com as obras físicas, móveis e equipamentos, com recursos próprios do município e Governo Federal.

Tito Bianchini será posto de saúde

A diretora de Atenção Básica da Secretaria de Saúde do município, Francine Formiga, esclareceu em entrevista ao CL, divulgada em junho, que a estrutura, que comporta hoje o Pronto Atendimento (PA), continuará a ser utilizada pela secretaria. O local vai abrigar uma Unidade Básica de Saúde para atender a região central da cidade. Ainda não há previsão de quando o serviço passará a ser oferecido. 

A parte de trás do PA será reformada e transformada em referência para odontologia. Já que, atualmente, a prefeitura paga aluguel à Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac) para o atendimento.

As pequenas cirurgias seguem no Pronto Atendimento. A quadra onde estão instaladas o Tito Bianchini, a Secretaria de Saúde, a Policlínica e o Hemosc, foi cedida pela família Bianchini ao município.

clique para comentar

Deixe uma resposta