Notícias

Tereza Ramos simula a evacuação de pacientes

Published

em

Foto: Marcela Ramos

Funcionários se disfarçaram de pacientes, todos foram evacuados em torno de 15 minutos. O objetivo é estar preparado para agir em uma situação real de perigo

Em parceria com o Corpo de Bombeiros de Lages, o Hospital Tereza Ramos realizou, na manhã desta sexta-feira (22), a primeira simulação de Evacuação em unidade hospitalar. A operação ocorreu na torre do hospital, que possui cinco andares, e em função disso dificultaria a retirada de pessoas em uma ocorrência real.

Foram 70 pessoas da comunidade hospitalar que participaram da simulação, a maioria enfermeiras. Conforme o tenente Thiago da Silva, o objetivo principal é capacitar os colaboradores da unidade hospitalar para atuar de forma preventiva, e em situações de emergência, a exemplo de um incêndio ou uma situação de pânico. 

Antes de começar o treinamento, todos foram reunidos no pátio do estacionamento nos fundos do hospital. Ali os bombeiros passaram as instruções de como seria feita a simulação. Dos cinco andares do prédio, cada andar havia um responsável pelo grupo. Os próprios funcionários do hospital, foram os pacientes fictícios, e todos os integrantes usaram coletes para identificação. 

Para ser algo mais realístico, os bombeiros acenderam um sinalizador no último andar, provocando fumaça. A partir disso, foi anunciado no auto falante do hospital, para que todos se retirassem de forma segura e utilizassem as escadas. Cada enfermeiro deveria auxiliar os pacientes a descer as escadas de forma ágil e segura, levando-os até o estacionamento que foi o ponto de encontro. 

A evacuação foi realizada em cerca de 15 minutos.  E para concluir, foi feito uma chamada, conferindo se todos tinham conseguido sair do prédio. Conforme a diretora do hospital, Andreia Maria Berto, é muito importante garantir a segurança dos profissionais e dos pacientes.  “Para não gerar pânico nos pacientes e familiares, foi divulgado e alertado com antecedência a todos do hospital, que iríamos realizar esta simulação. O hospital nunca tinha feito nenhum tipo de simulado, esse foi o primeiro e pretendemos fazer outros.”

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

clique para comentar

Deixe uma resposta