Notícias

Temporal causa estragos em Lages

Published

em

Fotos: Adecir Morais

Uma chuva forte atingiu Lages na tarde de terça-feira (11), causando uma série de prejuízos. O temporal, que veio acompanhando de vento forte e granizo ocorreu por volta das 16 horas, atingindo 10 bairros da cidade.

O temporal durou cerca de 20 minutos. De acordo com a Defesa Civil do município, houve 27 pedidos de emergência. Foram registradas quedas de árvores e muros, granizo, destelhamento parcial de residências, alagamentos, vidros quebrados e um poste caiu.

No Estádio Municipal Vidal Ramos Júnior (Tio Vida), o vento forte arrancou uma torre de iluminação. A estrutura estava localizada rente ao pavilhão antigo e caiu sobre dois muros, danificando-os, e outra parte foi parar na calçada em frente ao estádio. Por sorte, ninguém passava pelo local. A torre era antiga, o que pode ter favorecido a queda.

“Foi tudo muito rápido, a chuva veio com força, nisso veio um redemoinho e arrancou a torre”, contou Luiz Machado, que trabalha no estádio e estava no local com um colega na hora do temporal.

Na praça do Parque Jonas Ramos (Tanque), o vento arrancou uma árvore que ficava perto do prédio da Biblioteca Pública Municipal. Curiosos que passavam pelo local paravam para fazer fotos e vídeos. O Tanque é um dos pontos mais visitados da cidade.

No Centro da cidade, um tapume usado nas obras de revitalização do Calçadão da Praça João Costa caiu sobre alguns veículos, causando pequenos danos. Placas de publicidades de fachadas e de lojas em outros pontos da cidade também foram danificadas.

Curiosos observam a árvore que caiu no praça do Tanque

Danos em residências

A ventania que chegou a 60 km/h, segundo a Defesa Civil, também atingiu residências em várias partes da cidade. As construções mais frágeis foram as mais afetadas. No Bairro Guarujá, ao menos 10 folhas de eternit da residência de Aurélio Camargo Borges, de 53 anos, foram danificadas. “Eu e minha esposa somos deficientes físicos, moramos sozinhos e agora precisamos de ajuda para consertar os estragos”, pediu Aurélio.

Estragos também foram registrados em residências do Loteamento Jardim Celina, próximo ao campo de futebol do Bairro Pisani. “Aqui quebraram seis folhas de eternit”, limitou-se a dizer um morador, enquanto fazia o conserto do telhado de uma residência.

O temporal atingiu quatro unidades escolares, mas com nenhuma ocorrência grave. Foram registrados apenas casos pontuais de alagamentos e detalhamentos nos Centros de Educação Infantil Municipal (Ceim) Sepé Tiaraju, Bairro Passo Fundo; Ceim Filhos dos Funcionários, no Centro; e Ceim Emília Furtado Ramos, no Gethal, e também na Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) Frei Bernardino, no Morro do Posto. Apesar dos danos, a Secretaria da Educação informou que tomou as providências necessárias e nesta quarta-feira (12) haverá aula normal.

Veja galeria de fotos do temporal

clique para comentar

Deixe uma resposta