Notícias

Rodovias da Serra terão balanças de carga

Published

em

A SC_114, entre Lages e Otacílio Costa, contará com um dos equipamentos de controle de carga - Fotos: Adecir Morais

Duas rodovias estaduais da Serra Catarinense terão balanças para o controle de peso de cargas a partir do ano que vem. A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) confirmou a implantação de um equipamento fixo na SC-390, na Serra do Rio do Rastro, e outro móvel, na SC-114, entre Lages e Otacílio Costa – este trecho foi reformado, e as obras foram entregues em dezembro do ano passado.

Os aparelhos estão em processo de aquisição, via licitação, e cada um custará R$ 160 mil. Outras duas balanças (móveis) serão adquiridas para serem usadas em outras rodovias estaduais.

De acordo com a PMRv, “possivelmente” os equipamentos começarão a operar a partir de janeiro do ano que vem. O prazo de entrega por parte da empresa que venceu a licitação é para 31 de dezembro, porém tem o prazo de adaptação e treinamento dos policiais, então a expectativa é para janeiro de 2020. Na pior das hipóteses, os aparelhos estarão operando já no primeiro semestre do ano que vem.

As balanças têm por objetivo preservar a estrutura asfáltica das rodovias. No caso dos equipamentos móveis, eles poderão ser levados de uma rodovia  para outra dentro do estado. Estudo do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) aponta que as estradas são planejadas para durar 10 anos, contudo, em alguns casos esse tempo cai para três anos e meio por causa da falta de controle do peso das cargas.

De acordo com o comandante do posto da PMRv em Palmeira, subtenente Túlio César Schlischting, o controle de peso é fundamental para garantir a qualidade do asfalto. Sem balança, a fiscalização na SC-114 é feita pela polícia somente por meio da nota fiscal apresentada pelo motorista, o que torna um controle “incompleto”, porque a nota pode omitir o peso em excesso da carga. Diariamente, cerca de 3,6 mil veículos passam pela rodovia, destes, 40% são de transporte de cargas pesadas.

O motorista autônomo Osmar Souza Coelho, de 57 anos, que trabalha transportando madeira para empresas de Otacílio Costa, enxerga a implantação da balança na SC-114 de maneira positiva.

Para ele, o controle de peso é importante para assegurar a qualidade do pavimento da rodovia. “Soube ontem (último domingo) que vão instalar uma balança. Acho legal, porque o excesso de peso prejudica a rodovia”, comentou.

Osmar puxa madeira na região e acha justa a implantação de uma balança na SC-114

Em sua avaliação, o controle de carga com excesso de peso preservará não apenas a rodovia, mas também trará ganhos financeiros aos motoristas, sobretudo aos autônomos, pois, segundo ele, carregando menos peso, o motorista ganhará menos e, consequentemente, vai exigir um valor maior do frete.

“Eu procuro carregar o caminhão dentro daquilo que determina a lei, mas sei de motoristas que transportam até 60 toneladas, aí não há rodovia que resista”, comentou, destacando que o excesso de peso também danifica os pneus e pode estragar o caminhão.

clique para comentar

Deixe uma resposta