Conecte-se a nós

Negócios

Produção de lixo quase dobra em 6 meses

Published

em

Lages, 12 e 13/06/2010, Correio Lageano

 


Em seis meses praticamente dobrou a quantidade de lixo produzida em Lages. O aumento foi tão intenso que a empresa responsável pela coleta do material descartado teve de aumentar a frota e alterar o cronograma para conseguir dar conta do recolhimento.

 


Em janeiro deste ano, eram produzidas 1700 toneladas de lixo. Nos últimos meses a média foi de 2300 toneladas de resíduos coletados, mesmo sem um aumento significativo da população. Os dados são da Serrana Engenharia, empresa que faz a coleta e encaminha o material ao Aterro Sanitário do Município.

 


“Em função deste aumento tivemos a necessidade de aprimorar o serviço, adquirir mais dois veículos e contratar funcionários”, revela o gerente da Serrana, Ademar Arruda.

 


Atualmente, são produzidos em Lages, diariamente, 75 toneladas de resíduos domiciliares. A coleta é feita por 38 funcionários, 12 motoristas e 26 coletores em oito caminhões, que trabalham 24 horas por dia, divididos em três turnos em todas as ruas da cidade.

 


O gerente reitera que desde 2007 não havia alteração na frota, mas a nova realidade exigiu que fosse criado, inclusive, um novo setor de coleta. “A ideia é aprimorar o serviço e por isso também reformulamos todos os trechos, e formamos um novo setor, dividindo os 20 que tínhamos anteriormente”, fala.

 


Embora este crescimento seja negativo ao meio ambiente, é reflexo de um fator positivo da economia local: o aumento do poder de consumo do lageano.

 


Arruda acredita que tanto lixo se deve ao aumento do poder aquisitivo da população, que seguiu uma ordem crescente do início para a metade do ano.

 


Para o secretário de Desenvolvimento Econômico de Lages, Dilmar Monarim, o aumento na quantidade de lixo sinaliza o crescimento natural da cidade. “A população cresce e produz mais resíduos”, fala. O secretário revela ainda que a economia deve se intensificar mais. “Prevemos um boom econômico para os próximos dois anos. Temos como base para essa previsão a implantação do Parque Tecnológico e o contato feito com várias empresas, que devem estar funcionando a pleno nesse prazo”, estima.


O aumento de renda na cidade tem embasamento nos dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged), que apontam o aumento nos postos de trabalho. Segundo o cadastro, de janeiro a abril de 2010 foram abertos na cidade 1051 novas vagas de emprego.

 


Baseado em dados do primeiro trimestre, o Ministério da Fazenda anunciou a previsão de aumento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro para 6,5% em 2010. O forte crescimento do primeiro trimestre do ano frente aos últimos meses de 2009, segundo a Fazenda, confirmou que o País foi um dos primeiros países a sair da crise.


Esta matéria você também acompanha na edição do Correio Lageano deste final de semana.

 

 

Alterações serão a partir de segunda-feira

O gerente da Serrana Engenharia salienta que a alteração na coleta de lixo em Lages acontece a partir de segunda-feira. Ele orienta que a população fique atenta aos dias da semana e horários que o serviço será prestado.

 


Mas nem todos os bairros terão as alterações. No Petrópolis, Centro, Santa Rita, Sagrado Coração de Jesus, Caravággio não haverá mudança.

 


Principais alterações

 


Guarujá a coleta será nos mesmos dias mas mudou para a tarde, por volta das 13h20min.


Santa Mônica, Caroba e Santa Cândida, o horário é o mesmo com a alteração dos dias.


Várzea, mudará o dia, passará no mesmo horário.


São Luiz, passará no mesmo dia, só mudou para o horário da tarde, por volta das 13h20min.

 

Fotos:Daniele Melo

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: