Conecte-se a nós

Negócios

Prefeitura deve demitir mais de 50 funcionários até fim da CPI

Published

em

Correia Pinto, 23/06/2010, Correio Lageano

 


O prefeito de Correia Pinto, Vânio Forster, explicou que as demissões ocorrerão até o final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que deve acabar no próximo mês, se não for prorrogada.


Forster não falou em números, mas de acordo com estudos que foram feitos pela Secretaria de Finanças, no segundo semestre do ano passado a prefeitura deveria demitir 150 funcionários. Destes, apenas 80 foram demitidos. O prefeito afirma que os 70 restantes, serão demitidos agora. “Já deveria ter tomado esta decisão naquela época, mas como demitir é uma coisa complicada e houve melhoras no orçamento naquele período, a decisão acabou sendo adiada”, explica.


O prefeito ressalta que as demissões ocorrerão por dois motivos. O primeiro é a Lei de Responsabilidade Fiscal e o outro motivo é que se não há sobras no orçamento não há como investir no município.


Forster ressalta que estudos estão sendo feitos para que a população sinta da menor forma as demissões. “Em nossa região há poucos empregos e as demissões, de certa forma, influenciam no movimento econômico do município”, explica.

 

A CPI foi instalada porque o município está gastando 58% do orçamento que fica acima de 1,5 milhão mês. Pela Lei de Responsabilidade Fiscal o município pode usar para a folha 54%.

 

Vânio argumenta que devido ao aumento de salários ainda não está previsto baixa na folha. “Por conta disso as demissões são imprescindíveis. Estamos inteiramente à disposição da CPI para a entrega de qualquer documento solicitado”, conclui.

 

Foto: Deise Ribeiro

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: