Névio Fernandes

Preço do voto

Published

em

De acordo com o calendário eleitoral serão realizadas no dia 4 de outubro do corrente ano, eleições para prefeitos e vereadores em todo o país. Significa dizer que estamos à 234 dias do referido pleito.

Como não poderia deixar de ser o pleito em Lages, apesar de não termos candidatos definidos para prefeito e vereadores, alguns nomes começam a aparecer, sempre gerando expectativas para os eleitores.

Como o próprio título do artigo está a indicar, o meu assunto de hoje é relacionado ao preço do voto, quando o eleitor costuma ser enormemente assediado pelos candidatos, seja a prefeito como pelos postulantes ao legislativo. Os candidatos precisam prestar muita atenção para um detalhe, pois o voto tem uma cotação muito significativa numa disputa eleitoral.

Com a falta de credibilidade de alguns políticos e com a crise econômica que costuma não dar folga ao brasileiro, não será fácil arrancar o voto do eleitor, que não seja através de um favor que se preste ao mesmo.

Acredito que a partir de março, os partidos com a presença de alguns nomes farão reuniões em bairros de nossa cidade e no interior do município, quando certamente serão bombardeados com a solicitação de favores por jovens, homens e mulheres presentes às mesmas. Não tenham quaisquer dúvidas de que isto poderá acontecer.

Durante a campanha eleitoral, por mais que os candidatos procurem despistar do eleitor, não vai ser fácil desvencilhar-se das naturais mordidas de futuros empregos, alimentos e até de dinheiro, embora a legislação eleitoral procure ser muito rigorosa nesse aspecto.

Como vivemos tempos modernos, o eleitor chega a uma conclusão que precisa ser valorizado no momento em que algum candidato tanto a prefeito como a vereador solicitar o seu sufrágio.

Na última eleição municipal aqui em Lages, recebi queixas de dois candidatos à Câmara de Vereadores, de que estavam dando sinais de cansaço, dois meses antes do pleito, em função do assédio constante e incisivo de eleitores, em busca de benefícios, em troca do seu voto, de conhecidos e familiares.

São tipos de eleitores impertinentes e que mais se aproveitam dos candidatos, sejam de que agremiações partidárias forem. Embora muita gente não esteja acreditando neste detalhe, é o chamado preço do voto, transformando o mesmo num autêntico leilão. Tudo o que narrei em linhas anteriores poderá ocorrer perfeitamente na eleição deste ano em nosso município. E por que não. Afinal de contas a eleição está aí.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com