Geral

População diverge em relação à saúde

Published

em

Plateia se manifestou com aplausos durante audiência - Foto: Bega Godóy

A Câmara de Vereadores abriu os trabalhos da segunda audiência pública de 2020, na noite desta quinta-feira (20), quando foi debatido a situação dos serviços de saúde públicos oferecidos em Lages.

A reunião que teve início às 19h, no Plenário Nereu Ramos da Câmara, foi acompanhada por vereadores, autoridades e atraiu a população que se manifestou. Reclamações trataram da falta de preparo dos médicos, consultas e exames que levam meses para serem marcados e também a falta de medicamentos. Mas também houveram elogios.

Após duas horas de debates, o promotor de Justiça da 14ª Promotoria da Comarca de Lages, Carlos Renato Silvy Teive se comprometeu em analisar as denúncias que chegaram à ele por meio individual para tentar dar agilidade  a demanda e ajudar quem aguarda por resposta.  

O proponente da audiência, vereador Bruno Hartmann (PSDB), lamentou a ausência da Secretária de Saúde, Odila Maria Waldrich. “Uma secretária preferiu receber uma homenagem numa universidade do que ouvir os anseios da população”, questionou.

No lugar dela compôs a mesa o diretor de regulação, controle, avaliação e gestão de informação, Clayton Camargo de Souza. O promotor de Justiça da 14ª Promotoria da Comarca e Lages, Carlos Renato Silvy Teive; a integrante do Movimento fiscaliza, Adriana Boff; o radialista da Rádio Clube de Lages, Daniel Goulart e um paciente do SUS, Giancarlo Fischer Ribeiro, também sentaram à mesa.

Representantes da comunidade usaram a palavra, e muitos se ativeram em relatar problemas particulares, mas houve quem pensou na coletividade. O vice-presidente da Associação do Moradores do Centenário, Elvio Rodrigo Cavani da Silva, observou a ausência dos presidentes das associações e até da União. Também frisou que a população nem sempre colabora.

“Muitos, às vezes, procuram a UPA ou os postos de saúde por pouca coisa e congestionam o sistema. Tiram o lugar de quem realmente precisa. Por outro lado, vejo que a gestão dos serviços de saúde deixa a desejar. É preciso um trabalho diário”, salientou. A audiência foi acompanhada por uma plateia animada e durou duas horas.. 

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com