Coronavírus

Pandemia faz Justiça suspender processos de desapropriação de terras da São Roque

Published

em

Foto: Divulgação

Os proprietários das terras atingidas pela Usina São Roque Energética, na região dos 5 municípios do reservatório, terão os prazos dos seus processos de desapropriação suspensos até o dia 30 de abril.

A decisão foi tomada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça), devido à pandemia do coronavírus no País.

Segundo o comunicado da empresa, a medida é benéfica aos proprietários dessas áreas, já que a extensão do prazo garantirá a eles um tempo maior para esclarecer dúvidas e avaliar um acordo amigável com a São Roque.

“É importante lembrar que a empresa ainda não solicitou a imissão de posse das terras e não fará isso antes do dia 30 de abril”, alerta a nota da São Roque.

O comunicado afirma ainda que, antes de dar continuidade aos processos, todos os proprietários de áreas atingidas pela Usina serão novamente procurados pelos representantes da empresa, visando estabelecer um acordo entre as partes.

“Durante esse período, não há necessidade de nenhuma providência por parte dos donos das terras, evitando assim, gastos desnecessários”, diz a São Roque.

A empresa informou o número de telefone e whatsapp exclusivos para o atendimento e esclarecimento de dúvidas sobre esse tema: (49) 988 091 707.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com