Conecte-se a nós

Entretenimento

O músico lageano José Cardoso

Published

em

Foto: Jéssica Lourenço/Divulgação

Nossos sonhos muitas vezes não condizem com nossa realidade, mas José Cardoso, de 25 anos, transformou sua realidade em um sonho real, a qual a música é a responsável por tais conquistas. 1985, foi o ano em que os pais de José se uniram, e seu pai, Dirceu Corrêa, deu de presente de casamento para a esposa, Terezinha Corrêa, um violão.

Eu começa aqui o primeiro contato com a música. Foi no violão de sua mãe, com oito anos de idade que José Cardoso o futuro guitarrista despertou sua paixão pela música. Por conta própria, ele tentava tocar, José insistiu em querer aprender mais sobre aquele instrumento de madeira e seis cordas.

A dedicação valeu a pena, pois em 2001, seus pais resolveram colocar o garoto na aula de música.  E foi em uma igreja evangélica que a família frequentava, que José montou uma banda que se apresentou em um festival, a qual ficaram primeiro colocados.

Disposto a ter uma carreira na música, ele precisava de algo a mais, foi então que José produziu seu primeiro evento, a qual fez o show de abertura do Workshop de Juninho Afram, vocalista, guitarrista e líder da  banda “Oficina G3”.

“A presença dele foi muito marcante, eu e minha banda fizemos a abertura do evento, e no final a gente tocou com eles. Juninho Afram é a pessoa que me inspirou e incentivou a tocar guitarra ”, comenta.

Após perceber sua facilidade com os instrumentos, decidiu se aperfeiçoar e trabalhar profissionalmente na área musical, formou-se em 2014 na faculdade de música e deu aula durante cinco anos na rede municipal de Lages.  

Com  tanta diversidade, o mundo da música se tornou algo denso e a concorrência para o ponto de brilhar, tem chegado ao nível extremo de conteúdo produzido nas plataformas digitais.  E foi nesse pensamento que o guitarrista, começou a perceber que a música nos tempos de hoje tem sido mais negócios do que a verdadeira essência.

“Quando fala em música, sempre remete o pensamento do sonho, mas o sonho é diferente da realidade, pois a música hoje é uma empresa, se vc não tratar sua música hoje como um negócio, você não vai evoluir, infelizmente”.

Com seu próprio estúdio de música, compondo suas próprias canções, José já lançou dois álbuns em sua carreira solo, o primeiro “Saudade” (2017) e o segundo “Passado Contínuo” (2018). O último álbum traz mais destaque a Guitarra, sendo um disco com influência Pop, mas sem deixar de lado o bom e velho rock and roll. Segundo ele, o nome de seu novo single, aborda os momentos passados que tentamos resgatar mas acabaram, as pessoas que convivemos mas não vemos mais.

“Minhas melhores canções são aquelas que tem uma experiência pessoal muito forte por trás”, comenta o artista. O disco conta com as participações de Jéssica Lourenço, Matheus Collossi, Mário Jr, Gregório Silva, Ana Cardoso e André Medeiros.

Constituída pela irmã Ana Cardoso (vocal), primo Gregório Silva  (bateria) e o amigo Mário JR (baixo) e José na guitarra, a banda “Nova d.C” criada em 2013, é o segundo projeto de José além da carreira solo, e tem novos planos para o próximo mês. “A novidade para agora é que mês que vem (Junho) a banda “Nova d.C”, vai lançar todo mês nas plataformas digitais, uma música autoral. Um single”, explica.

“Saudade”, “ Passado Contínuo” e as músicas da banda “Nova d.C”, podem ser encontradas nas plataformas streaming, spotify, deezer, apple e o youtube. Para contratação, basta entrar em contato (49) 9982-8307.

Trabalhando atualmente como produtor cultural, apaixonado por rock and roll, administrando a carreira solo e a banda , o guitarrista conclui “Em meu conceito, a criação de um legado musical é mais importante que o sucesso”.

Anúncio
1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: O músico lageano José Cardoso | Assuntando

Deixe uma resposta