Segurança

Morte de menor será investigada em Lages

Published

em

Foto: Arquivo Pessoal/ Divulgação

A morte do adolescente João Vitor Meneguzzi, de 14 anos, executado a tiros na madrugada de sábado (4), na localidade de Bom Jesus, interior de São José Cerrito, passou a ser investigada pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) em Lages. Embora, o delegado da 8ª Delegacia Regional de Lages, Fabiano Schmitt, tenha informado à reportagem, no dia seguinte ao crime, que a Polícia Civil já tinha um suspeito, o delegado responsável pelo caso, agora, Raphael Barboza, não falou sobre a motivação e nem de suspeito ou suspeitos.

Nesta quarta-feira (8), ele recebeu o caso e junto com a sua equipe da DIC dará continuidade ao que já foi apurado em São José do Cerrito. “As informações preliminares e investigações realizadas em São José do Cerrito terão prosseguimento a partir de agora por Lages”, explica.

A vítima que foi atingida por 14 disparos de arma de fogo estava participando de um evento automotivo em uma chácara da região, no Km 265 da BR-282. No local dos fatos, os policiais localizaram sete cápsulas de pistola .40, arma exclusiva das forças armadas, sendo três deflagradas de munição 765 e um carregador de pistola com quatro munições intactas. 

O adolescente morava no Bairro Santa Catarina, em Lages. Era filho mais novo de três irmãos, estudava no sétimo ano da Escola Básica Professor Egídio Baraúna e era adepto do tradicionalismo.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com