Geral

Ministério da Saúde alerta população do sul sobre a necessidade de vacinação contra a Febre Amarela

Published

em

Foto: Marcela Ramos

Quem ainda não fez a vacina contra a Febre Amarela, é bom se apressar, isso porque foi sinalizada nas regiões sul e sudeste do país, a circulação do vírus em macacos, o que aumenta o risco de transmissão em humanos. E, por esse motivo, o Ministério da Saúde está alertando a toda população dessas regiões para se vacinar neste verão.

Segundo a secretária da Saúde de Lages, Odila Waldrich, na Serra Catarinense não foi registrado nenhum caso de Febre a Amarela em humanos, mas como diz o famoso ditado “é melhor prevenir do que remediar”.

O público-alvo para vacinação são pessoas a partir de nove meses de vida até 59 anos de idade que não tenham comprovação de vacinação. A imunização é feita em dose única e está disponível na Vigilância Epidemiológica. Por ser uma vacina multidose e ter um período muito curto de validade, é preciso agendar o horário.

Para fazer o agendamento, basta ligar no telefone (49) 3251-7627 ou ir até a Vigilância Epidemiológica que fica na Rua Sebastião Furtado, no Centro de Lages, das 8h às 12h e das 14h às 18h horas de segunda a sexta-feira.

“A validade da vacina é de apenas seis horas após o frasco aberto. Por isso, é preciso agendar, para não haver desperdício. O horário de vacinação para a febre amarela vai até as 17h. Orientamos fazer pela manhã. Será feito uma campanha!”, explica a enfermeira e coordenadora de imunização, Juliana Barbosa Vieira. 

Sobre a febre amarela

A febre amarela é uma doença causada por um vírus transmitido através da picada de mosquitos infectados. Não pode ser transmitida de pessoa para pessoa e nem através de macacos. Os primatas, por sua vez, são importantes para detectar a circulação da doença.

Ela possui dois ciclos de transmissão: silvestre, em áreas rurais e florestas, e urbano. Nas áreas urbanas, é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. Seus sintomas iniciais são febre com calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores musculares, vômitos e fraqueza. A doença tem importância epidemiológica por sua gravidade clínica e potencial de disseminação. A vacina é a principal ferramenta de prevenção contra a febre amarela e é oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 

“A vacina em nossa região é obrigatória, e faz parte do calendário vacinal há muitos anos. As pessoas que viajam para o exterior, obrigatoriamente devem fazer a vacina, se não, não embarca em voo algum”, conclui Odila. 

 

Quem deve tomar a vacina

Crianças a partir de nove anos de idade até 59 anos 

Quem não deve tomar a vacina contra febre amarela?

Crianças menores de 9 meses de idade.

Mulheres amamentando crianças menores de 6 meses de idade.

Pessoas com alergia grave ao ovo.

Pessoas que vivem com HIV e que têm contagem de células CD4 menor que 350.

Pessoas em tratamento com quimioterapia/ radioterapia.

Pessoas portadoras de doenças autoimunes.

Pessoas submetidas a tratamento com imunossupressores (que diminuem a defesa do corpo)

 

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com