Coronavírus

Meta dos empresários é arrecadar R$ 150 mil para hospital de triagem

Published

em

Triagem das pessoas será feita em uma barraca da Defesa Civil / Defesa Civil / Divulgação

Luís Aurélio Paes está mobilizando empresários de Lages para auxiliar financeiramente na instalação e manutenção do hospital de triagem, que será instalado nas dependências do antigo Pronto Atendimento Tito Bianchini. A unidade deve ser aberta nesta terça-feira (24), com o objetivo de receber casos suspeitos de pessoas contaminadas com o coronavírus. Na manhã desta segunda-feira, as doações já somavam R$ 112 mil. A meta é atingir R$ 150 mil. 

Paes diz que se inspirou no empresário Alcino Pasqualotto, que fez uma ação para auxiliar o município de Itapema. “Recebi no meu WhatsApp e decidi fazer aqui em Lages,” diz o empresário, ao avaliar que a Serra Catarinense é uma região carente e que os órgãos públicos precisam de ajuda para superar essa situação, nunca antes enfrentada pelo País.

Desta forma, um grupo de WhatsApp foi criado e a ação foi divulgada pela Acil e CDL. A adesão, segundo Paes, está muito boa e a expectativa era atingir a meta até o final do dia (segunda-feira). O dinheiro está sendo depositado em uma conta do Consórcio Intermunicipal de Saúde e a utilização dos recursos terá o acompanhamento das diretorias da Acil e CDL de Lages. 

“Não sabemos até quando essa situação vai persistir e precisamos contribuir para a sua solução. Nossa ação está envolvendo outras pessoas que sequer são empresárias. Algumas não têm dinheiro, mas contribuem doando máscaras e luvas,” Avalia Luís Paes. Interessados por ligar para os telefones: (49) 99964-2727 – Luís Paes ou (49) 99830-5000 – Maycon Michelotto.  

 

Preocupação pós pandemia

 

O grupo de WhatsApp criado para essa ação será mantido nos próximos meses. É que os empresários estão preocupados com os efeitos da paralisação sobre a economia do Brasil. “Nossas empresas terão muitas dificuldades. Teremos que promover ações locais de capacitação e de fortalecimento da economia e esse grupo será uma importante ferramenta nesse processo,” prevê Paes.

Não se sabe por quantos dias, ainda, vários setores ficarão fechados. O certo é que todos tiveram prejuízos e que o coronavírus já afetou a vida e as finanças das pessoas comprometendo os resultados do ano. 

 

 

   

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com