Geral

Mês da consciência negra: Roda de conversa visa conscientizar comunidade

Published

em

Foto: Patricia Vieira/ArquivoCL

O mês de novembro é alusivo a consciência negra e o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas – Negro e Educação (Neab), preparou uma programação intensa sobre o assunto em Lages. Um dos eventos planejados é uma roda de conversa, que ocorre sexta-feira (8), a partir das 19h30min, na praça de alimentação do Lages Garden Shopping.

Com o nome Colóquio Sebastião Ataíde: Negros Histórias Lageanas, a roda de conversa trará a especialista em Língua Portuguesa e filha do homenageado Sebastião Ataíde, Maria Inês Ataíde Salmoria; o delegado da Central de Polícia Civil de Lages, Rochell Amaral da Silva; a psicopedagoga e coordenadora do movimento negro de Lages (Obatalá), Sonia Maria da Rocha Pereira e a especialista em educação das relações étnico-raciais e coordenadora da Pastoral Afro de Lages, Maria Odete da Costa.

Uma das organizadoras do evento, Carolina Rovaris, explica que a roda de conversa com essas pessoas procura dar visibilidade para a população negra e lutar contra o racismo. “O delegado é o único negro em um cargo de poder da polícia, aqui na região, isso, como as outras pessoas, mostra como é possível e importante negros ocuparem posições de destaque.”

Outra programação do mês da consciência negra é a apresentação dos projetos do Neab, que acontecerá no dia 20, a partir das 19 horas, na sala 2218, na Uniplac. E, desde o dia 4, está ocorrendo na biblioteca da universidade uma exposição da cultura africana e da vida de Sebastião Ataíde, um pesquisador que resgatou a participação do negro na fundação de Lages.

Como surgiu a data

O Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado, no Brasil, no dia 20 de novembro. Foi criado em 2003. É feriado em cerca de mil cidades em todo o país e nos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Mato Grosso e Rio de Janeiro, por meio de decretos estaduais. A data foi escolhida por coincidir com o dia atribuído à morte de Zumbi dos Palmares, em 1695, um dos maiores líderes negros do Brasil que lutou pela libertação do povo contra o sistema escravista. A data, dentre outras coisas, sucinta questões sobre racismo, discriminação, igualdade social, inclusão de negros na sociedade e a cultura afro-brasileira, assim como a promoção de fóruns, debates e outras atividades que valorizam a cultura africana.

 

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com