Esportes

Gustavo Gugelmin tenta repetir façanha no maior rali do mundo

Published

em

Foto: Divulgação

O empresário lageano Gustavo Gugelmin (navegador) e o paulista Reinaldo Varela (piloto) tentam uma nova e importante façanha a partir deste domingo (5). A dupla da equipe Monster Energy/Can-Am é uma das principais favoritas ao título do Rally Dakar 2020, maior prova do gênero no mundo. A competição será disputada na Arábia Saudita, um território inédito, e terá 12 dias de duração.

A dupla brasileira, que disputará a categoria UTV, chega ao Dakar disposta a manter a boa fase. Em outubro do ano passado, conquistou o tricampeonato da Copa do Mundo de Rally Cross-Country na categoria UTV (veículo especializado no fora-de-estrada) ao vencer a etapa final, no Marrocos. Agora, ambos buscam mais um título do Dakar.

O percurso será de 7.856 quilômetros, sendo 5.097 quilômetros de trechos cronometrados e 2.759 quilômetros de deslocamentos. A corrida terá nada menos que 65% do percurso em piso de areia, o que é uma boa notícia para os brasileiros. “É um tipo de piso com o qual estamos acostumados. Várias provas do Mundial são realizadas em dunas. Então, estamos em casa”, define Gustavo.

“A areia exige uma técnica específica, mas, ao mesmo tempo, é muito traiçoeira. Algumas conformações de dunas te convidam a acelerar mais do que deveria e outras te levam para os ‘funis’, que é o encontro entre duas dunas, formando um piso de angulação perigosa. É muito comum se acidentar ali, até com consequências sérias para o carro e a tripulação”, detalha o lageano.

Reinaldo Varela, por sua vez, comenta sobre a importância do evento. “Como desafio individual, o Dakar, certamente, é um dos pontos altos da temporada. E será especialmente difícil: além do trajeto longo e complicado, teremos lá todos os nossos principais rivais internacionais. Será uma excelente prévia para a Copa do Mundo 2020”, destaca o paulista.

No total, o Dakar conta com 351 veículos inscritos entre motos (147), carros (87), UTVs (47), caminhões (47) e quadriciclos (23), reunindo 557 competidores de 53 países diferentes. Entre a largada, no dia 5, e a chegada, no dia 17, os participantes terão um dia de folga, em 11 de janeiro, na cidade de Riad.

Esta é a primeira vez que o Dakar compete na Arábia Saudita. Anteriormente, a prova vinha sendo realizada na América do Sul, onde permaneceu por uma década.

 

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com