Geral

Governo não informa data precisa para ativação dos leitos do Tereza Ramos

Published

em

Foto: Susana Küster/Arquivo CL

No dia 7 de abril, o Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA), por meio da Coordenadoria Regional de Lages, emitiu a Licença Ambiental de Operação (LAO) para a nova ala do Hospital Tereza Ramos, em Lages.

Por e-mail, o Correio Lageano questionou a assessoria da Secretaria de Estado da Saúde, sobre quais seriam os próximos passos para a ativação dos leitos e a data prevista.

Porém, a resposta foi extremamente superficial. “A Secretaria de Estado da Saúde antecipou a abertura de 28 leitos de UTI e 46 leitos de internação (2º  andar) de agosto para maio de 2020. O funcionamento destes leitos tem finalidade de atender pacientes acometidos com Covid-19”, consta na nota. 

A autorização do IMA permite, na esfera ambiental, o funcionamento do local, incluindo a liberação de novos leitos de UTI para atender, especialmente, pacientes da Covid-19, mas não está claro se o hospital necessita de outras licenças, a exemplo da fornecida pelo Corpo de Bombeiros ou pela Vigilância Sanitária. 

A nova ala possui cinco pavimentos. Na primeira etapa, segundo o Governo do Estado, estará em operação um andar com 28 leitos de UTI, além do estacionamento de veículos e heliponto, cujas obras, equipamentos e mobiliário necessários já estão prontos.

Com a conclusão da instrumentação dos demais pavimentos, a nova ala irá dispor também de 92 leitos para internação, 10 salas de cirurgias, Patologia Clínica (coleta e laboratório), Central de Material Esterilizado, Internação Geral, Imagenologia, Farmácia, Manutenção, Ensino e Pesquisa, Central de Administração de Materiais e Equipamentos, Unidade de Tratamento Intensivo de Queimados e Atendimento Ambulatorial.

Como é o novo bloco do HTR 

A nova ala do Hospital Tereza Ramos (HTR) tem mais de 26 mil metros quadrados, e é constituída por cinco andares. Começou a ser construída em 2013 e era para ter sido concluída em 2015.

No início deste ano, o governador Carlos Moisés antecipou a previsão para o dia 14 de agosto deste ano. Com a pandemia do coronavírus, o governo se propôs a abrir parte da estrutura ainda em maio. 

A parte física do novo prédio do Hospital Tereza Ramos teve um custo de R$ 86 milhões, pagos pelo Governo do Estado por intermédio do programa Pacto da Saúde. Já as passarelas, que ligam a nova e a antiga ala, custaram R$ 3.174.552,81.

Os móveis foram adquiridos por R$ 1.392.077,00. Além disso, foi realizada licitação de R$ 11 milhões para a compra de aparelhos, como instrumentos médicos e outros itens. 

Com a ampliação, o hospital deve se tornar um dos mais modernos do Estado e melhorar o seu trabalho como centro de referência para o tratamento de câncer.

Reforço 

No dia 24 de abril o Ministério da Saúde anunciou a liberação de 72 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com Covid-19, totalizando R$ 10,5 milhões em recursos para Santa Catarina.

A portaria foi publicada no Diário Oficial do União. Ainda há mais leitos para serem liberados. Para o Hospital Maternidade Tereza Ramos, em Lages, são 9 novos leitos, totalizando R$ 1.3 milhão.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com