Conecte-se a nós

Negócios

Gasolina a R$ 1,47! Campanha contra tributos do combustível

Published

em

Lages, 24 de maio/2010 – Correio Lageano – Gasolina a R$ 1,47? Este seria o valor do combustível, caso o contribuinte não tivesse que pagar tantos impostos. Para conscientizar os consumidores das altas taxas tributárias os Núcleos Jovens das Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDL) de todo o país realizam movimento durante esta terça feira (25).
Uma das ações do movimente será vender gasolina no valor bruto, ou seja, sem os impostos adicionados. Em Santa Catarina isso está programado para acontecer em Lages, Florianópolis e  Joinville. Neste dia os consumidores poderão abastecer seus veí­­culos com gasolina custando  R$ 1,47 por litro.
De acordo com o presidente do Núcleo Jovem da CDL de Lages, Nilton Rogério Alves Filho, a gasolina foi o produto escolhido porque é aquele em que a população mais sente. Nilton explica que a diferença de preço de R$ 2,67 para 1,47, será pago pelo Núcleo da CDL Jovem que investiu R$ 2.400 na ação. “Queremos mostrar ao consumidor como é alto o valor que ele paga em impostos”, disse Nilton Alves. “As ações cresceram porque foram muito bem aceitas e repercutiram perante à sociedade”, completou.
Em Lages é o Posto Raid, que fica no entrocamento da Dom Pedro II com a Avenida Santa Catarina, que vai oferecer o combustível ao preço especial. No entanto, vale destacar que serão limitados 15 litros de gasolina por carro e cinco por moto, e um total de 2 mil litros.
25 de maio foi a data escolhida nacionalmente como o Dia da Liberdade de Impostos. Apesar de o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) confirmar que o contribuinte brasileiro trabalha até o dia 28 de maio, somente para pagar os tributos (impostos, taxas e contribuições) exigidos pelos governos federal, estadual e municipal, o Brasil decidiu pela data de 25 de maio para se manifestar contra os altos tributos. Só para quitá-los, o brasileiro trabalha 148 dias (de 1º de janeiro a 28 de maio). Em 12 meses do ano, o cidadão tem que trabalhar 4 meses e 28 dias para pagar toda a carga tributária. Nos Estados Unidos, são 102 dias trabalhados para quitar os impostos. Na Argentina, 97 dias; no Chile, 92 e no México, 91 dias por ano.
Em 2003, do seu rendimento bruto o contribuinte brasileiro teve que destinar em média 36,98% para pagar a tributação sobre os rendimentos, consumo, patrimônio e outros. Em 2004, comprometeu 37,81%, em 2005 destinou 38,35%, em 2006 destinou 39,72%. Em 2007 o brasileiro comprometeu 40,01%, em 2008 destinou 40,51%, em 2009 comprometeu 40,15% e em 2010 destinará 40,54% do seu rendimento bruto para pagar impostos.


Foto: Susana Küster/CL

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: