Conecte-se a nós

Esportes

Franceses fora da Copa

Published

em

África do Sul, 23/06/2010, Correio Lageano

 

Os franceses tinham a crença que poderiam se despedir melhor da Copa do Mundo e acompanharam ontem o jogo contra a África do Sul em um telão ao lado da Torre Eiffel, em Paris, nesta terça-feira. No entanto, os escândalos entre jogadores e comissão técnica derrubaram a seleção, que perdeu por 2 a 1 para os anfitriões e deixaram o Mundial com apenas um ponto conquistado. “No papel nós somos melhores do que a África do Sul, mas os jogadores não tem vontade. Então melhor que deixemos a Copa. É realmente decepcionante”, disse uma torcedora após o apito final.

 

Outro torcedor criticou o trabalho feito desde a última Copa, quando a França foi vice-campeã. “Nós fomos ridículos sob todos os aspectos. Nos últimos quatro anos fomos caindo muito. Agora, nós precisamos reconstruir algo com pessoas em que possamos confiar, pessoas com autoridade.”

 


“A única coisa que mostramos é que a Irlanda merecia estar na Copa mais do que a gente. Isso foi tudo o que mostramos”, completou em referência à classificação francesa para o Mundial, conquistada em cima da Irlanda com um gol irregular em que Henry usou a mão para dominar a bola antes de dar assistência para gol de Gallas.

 

O técnico francês Raymond Domenech terminou uma Copa do Mundo que já havia sido desastrosa para sua equipe, abalada por escândalos de relacionamento e eliminada logo na primeira fase, com uma atitude mal-educada com o brasileiro Carlos Alberto Parreira, comandante da adversária de ontem, a África do Sul.

 

Ele se negou a cumprimentar Parreira, causando surpresa no técnico ‘Bafana Bafana’. “Praticamente não houve diálogo. Ele se recusou a falar comigo. Lamento muito o que ocorreu. Por educação e gentileza fui cumprimentá-lo depois do jogo”, lamenta Parreira.

 

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: