Notícias

Figueirinha é o time campeão da série B

Published

em

Com a vitória, Figueirinha passa para a elite do campeonato. Fotos: Susana Küster

O time campeão da série B dos Jogos Comunitários de Lages (Jocol) é o Figueirinha, do Bairro Passo Fundo, que venceu o Vila Real, em uma partida de tirar o fôlego, na manhã de domingo (22), no Estádio Vidal Ramos Júnior (Tio Vida). A decisão do vencedor foi somente nos pênaltis, onde o Figueirinha marcou 5 contra 4 do oponente. A partida teve como árbitro, Juliano Nixon, e como bandeirinhas, Daniel Damasceno e Eraldo Passos.

Durante o primeiro e segundo tempo da partida, ficou visível que ambos os times estavam com níveis de desempenho parecidos, tanto é que foi preciso os pênaltis para determinar o vencedor. No primeiro tempo, não houve substituição em nenhuma das equipes. Já no segundo, foram feitas quatro trocas no Figueirinha e uma no Vila Real.

A torcida de ambos os times estavam animadas durante o jogo. Em muitos momentos, se ouviam gritos de guerra. Luciano Varela, 45 anos, um dos mais empolgados da torcida do Figueirinha, disse que torcer para o time é um momento em família. Ele tem vários compadres jogando no time. “Não perdemos nenhum jogo, temos que apoiar o que temos na cidade”.

No segundo tempo, os ânimos dos jogadores se exaltaram um pouco. Foi necessário o árbitro dar cartão amarelo para os jogadores Anderson Oliveira e Maurício Rosa, do Vila Real. O jogador do Figueirinha Adair dos Santos foi expulso, depois de levar dois cartões amarelos, quase no fim da decisão.

Para o técnico do Vila Real, Samuel Carlos do Amaral, o jogo foi um clássico e venceu quem teve mérito nos pênaltis. “Faltaram alguns detalhes para alcançar a vitória. É a primeira vez que chegamos na final do Jocol, em nove anos de time”. 

Mais sobre o vencedor

O Figueirinha é um dos times mais tradicionais dos Jocol, já comemorou um título de campeão da Série A, em 2008. Em 2014, após dois rebaixamentos seguidos, conquistou o título da Série C e, agora, conquistou a série B. Em 2020, vai disputar a elite do campeonato.

Um dos jogadores destaques do Figueirinha, o atacante Diego de Assis, disse que depois de cinco anos sem ganhar uma decisão dos Jocol, a vitória dá força para o time ganhar mais partidas. Ele adianta que o time contratou um jogador novo, que irá reforçar a equipe. O nome do novo integrante, segundo Assis, é uma surpresa.

O técnico do Figueirinha, Fernando dos Santos Branco, considerou um jogo difícil, pois os dois times são bons. “Voltamos para o lugar onde não deveríamos ter saído, que é a primeira divisão”. A vitória na partida, segundo o técnico, é dedicada a dois ex-jogadores do time, que faleceram neste ano: Michael de Oliveira, que perdeu a vida em um acidente de moto, e Afonso Neves que sofreu um infarto.

Série B envolve 1,4 mil jogadores e 54 times

A série B dos Jocol, terminou no domingo com 219 jogos, que envolveram 54 equipes e 1,4 mil jogadores. Os Jocol é o maior evento esportivo amador do Sul do Brasil, abrange 68 times entre séries A e B. Com a final da série B, os time Portuguesa, CRC Habitação, Vila Real e Figueirinha subiram para a Série A do campeonato, que termina entre fevereiro e março do ano que vem. 

Com a vitória na Série B, o Figueirinha vai jogar a Recopa Lages, em 2020, e enfrentará o campeão da Série A dos Jocol. O assessor de imprensa e presidente da comissão disciplinar dos Jocol, Rafael Araldi, explica que os campeões de cada série se enfrentam no ano seguinte, no jogo que abre o calendário esportivo da Fundação Municipal de Esportes (FME). Ele conta que em 2020, atendendo aos pedidos dos clubes, a FME vai voltar com a Série C do Jocol.

 

clique para comentar

Deixe uma resposta