Conecte-se a nós

Notícias

Festa da Maçã 2019 terá parceria público-privada

Published

em

A cada edição, a Festa Nacional da Maçã atrai milhares de pessoas - Foto: Núbia Garcia/ Arquivo CL

Depois de dois anos sem ser realizado, um dos mais tradicionais eventos da Serra Catarinense volta a acontecer em São Joaquim, em 2019. A Festa Nacional da Maçã será realizada entre os dias 2 e 5 de maio, em novos moldes, por meio de uma parceria público-privada, seguindo o exemplo da Festa Nacional do Pinhão, que acontece em Lages.

De acordo com a secretária de Turismo, Indústria e Comércio de São Joaquim, Sara Dutra Corrêa, a prefeitura está finalizando o edital para contratação da empresa que executará o evento, e deve lançá-lo em fevereiro.

Segundo ela, os debates para retomada da festa e terceirização de sua execução acontecem há, pelo menos, seis meses. Por isso, o edital ainda está em fase de finalização. Após lançado, será respeitado o prazo legal de oito dias e, só então, acontece a licitação.

A empresa que vencer ficará responsável pela infraestrutura da festa, bem como a contratação dos shows nacionais. À prefeitura, cabe a organização da parte artística local e adequação do Parque Nacional da Maçã.

“Além de dispor de poucos recursos, nosso pessoal é reduzido. Então, pensando na manutenção do funcionamento e da rotina da prefeitura, e na contenção de gastos, buscamos essa parceria público-privada, que vai ser feita dentro da legalidade, e está sendo planejada depois de ouvirmos a Assessoria Jurídica e analisarmos os modelos de outras festas”, explica.

Como se trata de uma experiência para testar o novo molde do evento, a licitação prevê a realização com formato público-privado somente para este ano. Se tudo correr dentro do planejado, a parceria tende a se repetir nas próximas edições. Com a terceirização, os shows nacionais só serão anunciados quando for conhecida a empresa vencedora.

“Quando a Festa da Maçã surgiu, seu principal objetivo era fazer com que o Brasil soubesse que o município era um produtor de maçã. Na atualidade, já temos até o reconhecimento do governo como Capital Nacional da Maçã, então, a festa ganha outro foco, o de mostrar o que São Joaquim tem além da maçã, como nossa agropecuária e gastronomia, sem deixar de lado a importância desta fruta”, avalia.

Novidades

Em sua 21ª edição, a Festa Nacional da Maçã traz novidades para o público. Para agregar ao evento, serão realizadas, paralelamente, a 1ª Mostra Joaquinense de Vinhos Finos de Altitude, e o Concurso Regional de Qualidade do Queijo Artesanal Serrano, além de outros eventos que, tradicionalmente, já acontecem junto à Festa, como o rodeio, missa crioula e Sexta da Tradição.

Além disso, o evento vai retomar uma prática que não acontecia há pelo menos cinco edições: a exposição e feira de animais. Os visitantes poderão comercializar gado, cavalos e ovelhas. Os animais ficarão distribuídos em três pavilhões, dois fixos e um que será montado provisoriamente e exclusivamente para a feira.

Soberanas

Outra diferença com relação às edições anteriores é que, ao invés de realizar um concurso para eleger o trio de soberanas, rainha e princesas serão convidadas e nomeadas pela administração. Os principais critérios para escolha são: ser de São Joaquim, ter entre 18 e 30 anos, e ter ligação com o setor produtivo da maçã. A última edição do evento aconteceu em 2016, com um hiato de três anos entre a 19ª e a 20ª festas.

Confira a programação prévia

2 de maio (quinta-feira)

  • 18 horas_ Abertura dos portões do Parque Nacional da Maçã / Abertura do Museu da Festa Nacional da Maçã / Abertura da Expo Feira
  • 19 horas_ Abertura da 1ª Mostra Joaquinense dos Vinhos Finos de Altitude
  • 20 horas_ Premiação do 20° Concurso Nacional da Qualidade da Maçã / Premiação do 2º Concurso Regional da Qualidade do Queijo Artesanal Serrano
  • 18h às 22h: Feira de Artesanato – Exponeve / Expo Feira De Gado – ARCS / Expo Feira de Ovelhas – Núcleo de Ovinocultores da ACISJO / Expo Feira de Cavalos Criolos – ARCS /
  • 21 horas_ shows musicais com artistas locais e regionais
  • 23 horas_ show com artista nacional (a ser definido)
  • 1 hora_ Fechamento dos portões
  • 3 horas_ Esvaziamento do Parque e encerramento da programação

3 de maio (sexta-feira)

  • 8 horas_ Rodeio Nacional da Maçã
  • 10 horas_ Abertura dos portões / Missa Crioula
  • 10h às 22 horas_ Exposição do Museu da Festa Nacional da Maçã / Expo Feira / 1ª Mostra Joaquinense dos Vinhos Finos de Altitude / Exposição do 20° Concurso Nacional da Qualidade da Maçã / Exposição do 2º Concurso Regional da Qualidade do Queijo Artesanal Serrano
  • 10h às 22h_ Feira de Artesanato – Exponeve / Expo Feira De Gado – ARCS / Expo Feira de Ovelhas – Núcleo de Ovinocultores da ACISJO / Expo Feira de Cavalos Criolos – ARCS /
  • 14 horas_ Desfile Oficial de Abertura, no Centro da cidade
  • 19 horas_ Cerimônia Oficial de Abertura da XXI Festa Nacional da Maçã
  • 23 horas_ Show Baile com artistas renomados
  • 1 hora_ Fechamento dos portões
  • 3 horas_ Esvaziamento do Parque e encerramento da programação

4 de Maio de 2019 – Sábado:

  • 8 horas_ Rodeio
  • 10 horas_ Abertura dos portões
  • 10h às 22 horas_ Exposição do Museu da Festa Nacional da Maçã / Expo Feira / 1ª Mostra Joaquinense dos Vinhos Finos de Altitude / Exposição do 20° Concurso Nacional da Qualidade da Maçã / Exposição do 2º Concurso Regional da Qualidade do Queijo Artesanal Serrano
  • 10h às 22h_ Feira de Artesanato – Exponeve / Expo Feira De Gado – ARCS / Expo Feira de Ovelhas – Núcleo de Ovinocultores da ACISJO / Expo Feira de Cavalos Criolos – ARCS /
  • 10h às 23h_ Show cultural com artistas locais
  • 23 horas_ Show musical com artistas renomados e com artista nacional (a ser definido)
  • 3 horas_ Esvaziamento do Parque e fechamento dos portões

5 de Maio de 2019 – Domingo

  • 8 horas_ Rodeio
  • 10 horas_ Abertura dos portões
  • 10h às 22 horas_ Exposição do Museu da Festa Nacional da Maçã / Expo Feira / 1ª Mostra Joaquinense dos Vinhos Finos de Altitude / Exposição do 20° Concurso Nacional da Qualidade da Maçã / Exposição do 2º Concurso Regional da Qualidade do Queijo Artesanal Serrano
  • 10h às 22h_ Feira de Artesanato – Exponeve / Expo Feira De Gado – ARCS / Expo Feira de Ovelhas – Núcleo de Ovinocultores da ACISJO / Expo Feira de Cavalos Criolos – ARCS / apresentações culturais com artistas locais (dentre eles os vencedores do Festival Municipal da Canção)
  • 22 horas_ Show de encerramento com artista nacional (a ser definido)
  • 0 hora: Fechamento dos portões / show pirotécnico de encerramento
  • 1 hora_ Esvaziamento do Parque e encerramento da programação
  • *a programação é prévia, por isso pode sofrer alterações
Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: