Conecte-se a nós

Geral

Família faz “vakinha online”

Published

em

Mesmo depois de saber que a liminar da justiça foi negada e que a dificuldade em conseguir o remédio Spinraza seria ainda maior, a família do pequeno Miguel, de oito meses, não desistiu e segue na luta para poder aplicar a dose do Spinraza no menino.

Miguel nasceu com Atrofia Muscular Espinhal, Tipo 1, uma doença degenerativa de origem genética. Ele está internado no Hospital Infantil Seara do Bem e precisa de ajuda dos aparelhos para respirar.

Como não conseguiram doação do remédio, que custa em média R$500 mil cada dose, a família organizou uma “vakinha online” com o objetivo de arrecadar quase R$1,5 milhão.

 

 

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: