Geral

Estrutura da UPA foi pensada para que os pacientes se sintam acolhidos

Published

em

Foto: Andressa Ramos

Os últimos ajustes. Limpeza, instalação de internet, de armários. Algumas definições. A Unidade de Pronto Atendimento Dra. Maria Gorete dos Santos já tem data de inauguração. Definida quarta-feira (26), pelo prefeito Antonio Ceron, secretária de Saúde, Odila Waldrich e diretora da UPA, Beatriz Montemezzo, a obra será entregue à população no dia 20 de julho, um sábado, às 10 horas. 

A estrutura da UPA foi construída de forma estratégica. A recepção foi pensada para que os pacientes se sintam acolhidos e possam interagir. Além disso, o atendimento acompanhará a tática, para isso, os profissionais serão capacitados para atender nos novos moldes. 

Entre o início das obras, em 2011, até a entrega, passaram-se oito anos. Os entraves na construção, atrasaram a data de entrega. Para concluir a obra, a administração municipal investiu, com recursos próprios, R$ 2,9 milhões, mais a contribuição da emenda parlamentar da deputada federal Carmen Zanotto, no valor de R$ 1 milhão. O Ministério da Saúde deve liberar, 90 dias após a inauguração, R$ 500 mil. 

As obras foram retomadas em setembro de 2017, com apenas 30% executadas, após terem ficado anos paradas e sob o risco de o município ter que devolver recursos ao Governo Federal.

A UPA fica na Rua Roseno Frederico Vieira, no Bairro Universitário, próximo à Rodoviária Dom Honorato Piazera, e irá atender a população 24 horas por dia, todos os dias da semana. Pacientes de urgência e emergência seguem sendo atendidos, o diferencial da unidade é o consultório de ginecologia e o de raio-x.

O exame de imagem só será liberado em até três meses depois da inauguração, isso porque, a sala não existia no projeto que está em fase de ajustes e precisa de aprovação do Ministério da Saúde. 

Odila comenta que outros pontos que não estavam no projetos foram inseridos para atender melhor à comunidade, como ar-condicionado, gerador, rede de gás medicinal e uma escada para o segundo andar que, apesar de prevista, não atendia à necessidade da unidade.

A diretora da UPA explica que o local dará todo o suporte e acessibilidade para atender os pacientes, mas ressalta que as pessoas devem ter consciência sobre os serviços da UPA e também das Unidades de Saúde, para que procurem primeiro os postinhos, que são perto de casa e estão aptos a atender problemas de saúde.

Os pacientes de trauma, cardiologia e AVC continuam a serem direcionados ao Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. As pacientes de emergência obstétrica seguem atendimento no Hospital Tereza Ramos e as crianças até 16 anos serão atendidas, por enquanto, no Hospital Infantil Seara do Bem. Isso porque a UPA foi construída pensando no atendimento de crianças e adultos, dessa forma, até dezembro, a emergência às crianças será direcionada à UPA. 

Por mês, a estimativa é que a prefeitura invista na unidade cerca de R$ 1,4 milhão. Atualmente, no Pronto Atendimento Tito Bianchini, a prefeitura tem o gasto de R$ 1 milhão mensal. Em contrapartida, o Ministério da Saúde, repassará mensalmente R$ 150 mil. 

Pronto Atendimento

A quadra onde estão instaladas o Tito Bianchini, a Secretaria de Saúde, a Policlínica e o Hemosc, foram cedidos pela família Bianchini ao município. O PA será reformado. Para se tornar o primeiro município de grande porte em Santa Catarina em estratégia e saúde da família, Lages precisa de uma Unidade de Saúde no Centro, assim a Unidade de Saúde Tito Bianchini atenderá à população da região central.

A parte de trás do Tito será reformada e transformada em referência para odontologia. Já que, atualmente, a prefeitura paga aluguel à Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac) para o atendimento. As pequenas cirurgias seguem no Pronto Atendimento, pois, segundo a secretária, a estrutura é ideal e apropriada.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com