Geral

Estado instala Centro de Operações de Emergência para enfrentamento ao coronavírus em SC

Published

em

Foto: Secom/Divulgação

O Governo do Estado de Santa Catarina instalou, hoje (12), um Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) para enfrentamento do coronavírus em Santa Catarina. O grupo de trabalho ficará sediado no Centro Integrado de Gestão de Riscos e Desastres (Cigerd), na Defesa Civil, em Florianópolis, e tem o objetivo de monitorar a evolução dos casos suspeitos no Estado e preparar a rede estadual para atender possíveis pacientes.

O governador Carlos Moisés também editou decreto que estabelece medidas de emergência para conter o avanço da doença. Até agora, Santa Catarina não tem nenhum caso confirmado. Na quarta-feira (11), a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou quadro de pandemia do coronavírus no mundo.

“Estamos atentos à evolução dos casos e preparados para o enfrentamento. Não há motivo para pânico. Essas medidas irão reforçar o trabalho que já vem sendo feito, de informação e conscientização para que a população colabore com as medidas de prevenção à doença”, afirma o governador Carlos Moisés.

O decreto publicado nesta quinta-feira no Diário Oficial do Estado institui uma série de medidas na administração pública e prevê desde a possibilidade de isolamento e quarentena de pacientes até a contratação emergencial de bens e serviços, conforme a evolução do coronavírus no Estado.

No sábado, o governador convocou uma reunião do Grupo Intersetorial às 9h, no CIGERD, em Florianópolis, para tratar do tema. Além da Secretaria de Estado da Saúde, estarão presentes a Casa Civil, Fazenda, Defesa Civil, Educação, Segurança Pública, Infraestrutura, Comunicação, Desenvolvimento Econômico e Santur.

A Secretaria de Estado da Saúde também editou uma portaria que institui o Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) para integrar as ações e serviços, além de mapear as áreas de risco e elaborar planos de preparação e resposta ao coronavírus em Santa Catarina.

De acordo com o secretário da Saúde, Helton de Souza Zeferino, a mudança do status do coronavírus para pandemia significa que existe uma transmissão sustentada da doença em vários países do globo, ou seja, já não é possível especificar uma única região onde está ocorrendo o contágio.

“Isso não altera a forma de trabalho da secretaria, pelo contrário. Devemos reforçar as atividades de contenção do vírus, aumentando o monitoramento e reforçando a orientação para que as pessoas sigam os protocolos de prevenção. É importante que aquelas que estão com sintomas permaneçam em casa e evitem contato com a população”, afirmou.

Informação no combate à doença

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (nCoV-2019) foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.

Santa Catarina monitora 67 casos suspeitos, conforme o boletim mais recente, divulgado nesta quinta-feira, 12 de março. Os pacientes estão em cuidado domiciliar e a Secretaria de Estado da Saúde divulga todos os dias informativos atualizados com o número de casos, conforme alinhamento com o Ministério da Saúde.

Ainda não há vacina ou medicação eficaz no combate à doença e, por isso, é importante reforçar medidas de prevenção:
>>Lavar as mãos com água e sabão com frequência;
>>Evitar tocar os olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
>>Evitar contato próximo com pessoas doentes;
>>Ficar em casa quando estiver doente;
>>Cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
>>Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com