Geral

Economia no bolso e na fatura de energia elétrica

Published

em

Segunda pela manhã, consumidores formaram fila para trocar seus eletrodomésticos - Foto: Andressa Ramos

Quem quer economizar na compra do eletrodoméstico e também com a fatura de energia elétrica, esta semana é uma boa oportunidade para trocar aquele freezer ou geladeira antigos. Isso porque a Celesc lançou a 5ª edição do Bônus Eficiente Linha Eletrodomésticos, que subsidia em 50% alguns equipamentos mais novos e eficientes.

Com investimento total de aproximadamente R$ 10 milhões, as vendas acontecem nas 43 lojas físicas da rede Colombo, em toda Santa Catarina, ou pela televenda, com chamada gratuita (0800-642-4242).

A expectativa é positiva. Segundo o gerente das lojas Colombo, em Lages, Eberson Schroeder da Luz, a rede pretende fazer a maior venda de itens da história. Desde às 7 horas da manhã de segunda-feira (28) pessoas aguardavam na fila para garantir o desconto de 50% e levar para casa um eletrodoméstico novo.

A exemplo de Reyne Eger Filho, que aguardava desde as 8 horas, para comprar uma geladeira. O eletrodoméstico que estava há 40 anos na família,agora será trocado. O gerente explica que as vendas de produtos inseridos no projeto acabam quando o estoque se esgotar.  

Segundo o coordenador do projeto, Mário Cesar Machado Junior, o objetivo do programa é promover o uso consciente de energia elétrica e facilitar o acesso dos consumidores catarinenses a eletrodomésticos novos, com Selo Procel e a lâmpadas LED, mais econômicas e duráveis.

Desta vez, serão disponibilizadas 1.850 unidades de aparelhos de ar-condicionado (Split 9.000 BTUS), 3.500 refrigeradores (1 porta – 300 litros e 2 portas – 405 litros), 1.500 freezers (Vertical – 142 litros) e 52,2 mil lâmpadas LED. Mais de 10,4 mil unidades consumidoras devem ser beneficiadas em Santa Catarina.

Histórico

De acordo com Mário Cesar, nas quatro edições já realizadas foram substituídos 87.098 eletrodomésticos e 516.605 lâmpadas, em 117.604 unidades consumidoras, beneficiando mais de 450 mil catarinenses.

Ao todo, foram investidos R$ 76,5 milhões e arrecadados R$ 4,1 milhões para diversas instituições filantrópicas. O programa gerou economia equivalente a 63.667,86MWh/ano, durante os 10 anos de vida útil dos eletrodomésticos. “É energia suficiente para abastecer 265.144 residências com consumo médio de 200 kWh/mês, durante um ano”, explica.

Regras

  • Ser consumidor residencial da Celesc Distribuição
  • Estar adimplente (em dia) com a Celesc Distribuição
  • Levar documentos pessoais e uma fatura de energia
  • Possuir um eletrodoméstico similar ao desejado, em funcionamento, com mais de cinco anos de uso e sem o Selo Procel
  • Entregar cinco lâmpadas incandescentes ou fluorescentes compactas para troca gratuita por cinco lâmpadas LED. Essa troca será realizada na entrega do eletrodoméstico na residência do consumidor
  • Ler e assinar o Termo de Adesão no ato da compra
  • Fazer uma doação no valor de R$ 50 no ato da compra. A expectativa é de que sejam arrecadados R$ 342,5 mil, valor que será destinado à Associação Catarinense de Autismo (Balneário Camboriú), ao Asilo são Vicente de Paulo (Criciúma) e à Associação de Síndrome de Down (Joinville).
1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Economia no bolso e na fatura de energia elétrica - Correio Lageano - Informando o Brasil

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com