Notícias

Dia de diversão para os idosos

Published

em

Além das atividades, idosos também dançaram ao som de  Alexandre Branco - Fotos: Bega Godóy

Dona Darcília Amaral de Liz e seu vizinho Nicolau Navochadle foram os primeiros a chegar na Associação de Moradores do Bairro Guarujá. Eles fizeram parte do grupo de quase 100 idosos que participaram da Ação do Centro de Convivência de Idosos (CCI) no Bairro, um serviço oferecido pela Secretaria de Assistência Social e Habitação de Lages.

Para que os idosos tivessem uma tarde diferente, foram organizadas várias atividades. Apresentação do grupo Passarela, bingo, sorteios, lanche, corte de cabelo e sobrancelha e um bailinho ao som do cantor Alexandre Vargas Branco. Essa foi a primeira ação da secretaria e uma segunda edição está programada para agosto, mas o bairro ainda não foi definido.

A coordenadora do Centro de Convivência de Idosos (CCI) que funciona no bairro Várzea, Ana Paula Jentig dos Santos Garcia explica que as atividades são pensadas na qualidade de vida dos idosos e visa à autonomia e o envelhecimento ativo e saudável da classe.

“Estamos divulgando o trabalho da secretaria e do CCI”, comenta ao lembrar que qualquer pessoa acima de 60 anos pode participar das atividades no CCI do Bairro Várzea. Basta entrar em contato com a direção pelo telefone 3223-3380. O Centro atende todas às tardes de segunda à sexta-feira.

A coordenadora do Núcleo do Idoso do Bairro Guarujá, Rita de Cássia Athayde Silveira que também organiza atividades no bairro conta que o transporte é disponibilizado pela secretaria. “Somos o primeiro Bairro a receber a Ação da CCI e trouxemos para cá para mostrar como funciona”, diz ela. A ação contou com voluntários que ajudaram na confecção do lanche, sucos fizeram apresentação e cuidaram da beleza dos participantes.

Dona Darcília Amaral de Liz e seu vizinho Nicolau Navochadle foram os primeiros a chegar na Associação de Moradores do Bairro Guarujá

Parceiros

Dona Darcília Amaral de Liz de 84 anos e Nicolau Navochadle de 64 anos são vizinhos e moram no Bairro Vila Mariza. Eles frequentam o CCI do Bairro Várzea. Dona Darcília disse que trabalhou muito na roça, já perdeu o marido e vê no encontro da tarde uma maneira de se divertir. Seu Nicolau é quem avisa o pessoal que tem ação e quase sempre lota um ônibus. “Vou de casa em casa avisar”, garante ele que trabalhou por anos em olaria.

No salão

Seu Sebastião Geraldo Barbosa Carvalho de 53 anos, não perdeu tempo e pediu um corte de cabelo. Ele foi mais um dos clientes do cabeleireiro Anderson Fabiano Varela, o Fabianinho. Há três anos, Fabianinho é voluntário em eventos sociais por meio do projeto criado por ele Dia de Princesa.       

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta