Geral

Consumo consciente para evitar a falta de água

Published

em

Foto: Divulgação

Com as altas temperaturas que assolam o País e também a Serra Catarinense é comum as pessoas buscarem alternativas para se refrescar, como em piscinas, principalmente as infláveis. Desta forma, aumenta a demanda de consumo de água potável e a orientação é economizar para que não falte.

Em Lages, Correia Pinto, Otacílio Costa, Bocaina do Sul, Palmeira, São Joaquim, Rio Rufino e Anita Garibaldi a quantidade utilizada de água praticamente dobra nesta época, mesmo assim, como nas demais cidades da região da Amures, não há risco de desabastecimento, ao menos por enquanto. 

Mas para manter a situação, é importante que a população tenha consciência e economize água potável, evitando desperdícios e mau uso para não prejudicar o abastecimento, orienta o secretário-executivo da Amures Walter Manfroi.

Por esta razão, a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) responsável pelo abastecimento de água nos municípios da região, e a Secretaria Municipal de Águas e Saneamento (Semasa), em Lages, pedem a colaboração da população.

Para o uso consciente, a Casan sugere cuidados nos hábitos de higiene no banheiro (área da residência onde se concentra, em média, 70% dos gastos de uma família), limpezas na cozinha e no pátio. A Semasa também orienta que as famílias façam a manutenção correta da água nas piscinas para evitar desperdícios.

Taine Bianca Machado, mãe de Alice Machado de Andrade, de dois anos e cinco meses, conta que a pequena adora água, e por isso, em dias muito quentes usa a piscina para se refrescar. “Sempre tomo cuidado para economizar água e reduzir o consumo e a conta”, afirma.

Lages

O secretário Municipal de Águas e Saneamento (Semasa), Jurandi Agustini, explica que o abastecimento de água da cidade segue dentro da normalidade, ou seja, sem risco de faltar. O único problema é o consumo elevado com as altas temperaturas. Em função disso, as pessoas usam as piscinas infláveis para as crianças se refrescarem, inclusive nos fins de semana. Só que muitos não fazem a manutenção adequada da água e preferem esvaziar e encher no dia seguinte. “Ninguém é contra o uso da piscina, mas sim, de uma manutenção correta da água para se evitar desperdícios”, argumenta.

Ele pontua que é importante que as pessoas tenham consciência e economizem água para não prejudicar o abastecimento nos bairros mais altos da cidade de Lages. Nos últimos dias, a região do Cidade Alta e Bela Vista teve alguns problemas em decorrência do alto consumo e também de falhas na rede elétrica.

Agustini informa que já solicitou melhorias da rede elétrica para a Celesc, mas até agora nada foi feito. A execução do serviço permitirá ligar mais algumas bombas para encher o reservatório para não prejudicar a comunidade. Outro problema apontado pelo secretário são os incidentes. “O abastecimento às vezes é afetado com o rompimento de alguma rede de água. O concerto leva cerca de três a cinco horas” conclui.

Correia Pinto

Em Correia Pinto, para se ter ideia, na semana passada o tratamento de água teve um aumento de 20%. Contudo não é só nos últimos dias de dezembro que aumenta o consumo. De acordo com o chefe da Casan no município, Gustavo Marques, o gasto se duplica durante todo o período do verão. Nas demais estações do ano, a média diária é cerca de 2 milhões de litros. Nesta época, ultrapassa os 3 milhões de litros/dia de água. Além disso, a população é orientada a consumir de forma racional para não correr risco de desabastecimento. “Estamos sempre atentos ao nível dos reservatórios” finaliza.

Otacílio Costa

Assim como nos demais municípios da região, em Otacílio Costa, não é diferente. O consumo aumentou muito com os feriados de fim de ano. Devido o uso sem controle nos últimos dias, o tratamento de água saltou de 45 litros por segundo para 85 litros por segundo, isso significa aumento de 50%. Segundo informações do chefe da Casan, Leandro Teles de Souza, os quatro reservatórios estão dentro da normalidade, o que não impede de a população economizar água. Entre os dias 25 e 26 houve um imprevisto com a queima de uma bomba de água. “O abastecimento está normalizado”, explica.

Campanha

Sob o slogan “Pingo de Consciência”, a Casan lançou uma série de peças que estimulam a economia de água e representam medidas simples, ao alcance de todos. A Companhia investiu R$ 46,8 milhões em 66 ações ao longo de 2019, em todo o estado, para ampliar a segurança das operações nos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário.

Dicas para se economizar

Banho

  • É natural que o banho seja também um momento de prazer e relaxamento, mas ter consciência sobre o quanto se gasta com o chuveiro aberto ajuda a reduzir esse tempo. É claro que tudo depende do tipo de chuveiro, se você mora em casa ou apartamento, mas, em média, gasta-se em torno de seis litros de água por minuto. Então, em um banho de 20 minutos, o gasto de água pode chegar a 120 litros.
  • Em um banho de cinco minutos (se você passar a marcar verá que não é pouco tempo), é possível reduzir o uso para 30 litros de água.
  • Em apartamentos, os números são mais alarmantes: um banho de 15 minutos consome 243 litros de água. Reduzindo o tempo para cinco minutos, a economia pode chegar a 162 litros.
  • Evite escovar os dentes, se barbear ou depilar embaixo do chuveiro.
  • Quando você escova os dentes durante cinco minutos com a torneira não muito aberta, gasta aproximadamente 12 litros de água em casa e 80 litros em apartamento. Se fechar a torneira enquanto escova os dentes, e enxaguar a boca com um copo d’água, pode economizar 11,5 litros em casa e 79 litros em apartamento.

Descarga

  • Não aperte a descarga mais tempo do que o necessário.
  •  Substituir antigas válvulas de descarga na parede por caixas de descarga;
  • Além disso, é importante não fazer o vaso sanitário de lixeira, jogando cabelos, cigarros, papéis ou outros materiais que vão exigir que a descarga seja acionada várias vezes.

Lavação

  • Não lavar o carro com mangueira, mas quando houver necessidade abrir a torneira apenas quando for tirar a espuma;
  • Quando lavar a louça, ensaboar e posteriormente lavar tudo de uma vez;
  • Não lavar calçadas
clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com