Notícias

Com Marta recuperada, Brasil enfrenta hoje a Austrália

Published

em

Foto: CBF/Divulgação

A craque Marta, a mais badalada jogadora da Seleção Brasileira Feminina, foi confirmada contra a Austrália nesta quinta-feira (13). Depois de duas semanas no departamento médico, a camisa 10 se recuperou de uma lesão muscular na coxa esquerda e voltou a treinar. Com isso, ela deverá ficar à disposição do técnico Vadão para o duelo contra as “Matildas” (numa referência à música mais popular da Austrália, o hit Waltzing Maltidas, do cantor country Slim Dusty), como são conhecidas as meninas da seleção australiana.

Marta se lesionou no dia 24 de maio, durante a preparação do Brasil para o Mundial. Desde então, ela vinha realizando somente atividades de fisioterapia e musculação. Na estreia da seleção no último domingo contra a Jamaica, a craque da seleção assistiu ao jogo do banco de reservas. Ela voltou a treinar com bola com as demais companheiras da seleção, apenas na última terça-feira, quando participou de um treino coletivo.

Durante o treino, de acordo com o site da Agência Brasil, a jogadora participou de atividades de posse de bola, finalização e se movimentou bastante. Além disso, realizou toques rápidos e fez gols, demonstrando que está recuperada da lesão. Vadão, no entanto, não confirmou a jogadora no time titular, ou seja, a tendência é que ela fique como opção para o segundo tempo.

Duelo

Brasil e Austrália enfrentam-se às 13 horas (horário de Brasília) desta quinta, pela segunda rodada do Grupo C do Mundial da França. Uma vitória garante a seleção canarinho na próxima fase da competição. As australianas, que perderam para Itália na estreia por 2 a 1, precisam da vitória para seguirem vivas no torneio.

O duelo será uma chance de revanche para o Brasil. Na Copa do Mundo do Canadá, em 2015, as duas seleções se enfrentaram nas oitavas de final, e a seleção brasileira foi eliminada por 1 a 0. Já nos Jogos do Rio, em 2016, as brasileiras deram o troco e despacharam as Matildas nas quartas de final, nos pênaltis.

 

clique para comentar

Deixe uma resposta