Notícias

Balsa entre Otacílio Costa e Bocaina está em manutenção

Published

em

Há mais de duas semanas a balsa está sem funcionar para passar por manutenção - Foto: Rodrigo Barth/Divulgação

Construída há mais de 20 anos, a Balsa de Santa Rosa, localizada no Rio Canoas, entre Otacílio Costa e Bocaina do Sul, está com serviço de travessia suspenso, devido à manutenção que está sendo feita pelos dois municípios. 

A Marinha do Brasil (MB), por meio da Capitania dos Portos de Santa Catarina, explica que a Balsa Santa Rosa foi notificada e apreendida por apresentar irregularidades, tais como falta do número de inscrição no casco; mecanismo de içamento das rampas de acesso de veículos inoperante; falta de identificação do local de armazenagem para os coletes salva-vidas (também faltam 3 coletes tamanho G). 

Além disso, a balsa apresentava furos no casco, o que oferecia risco aos usuários. “A embarcação foi apreendida por apresentar risco à segurança da navegação e à salvaguarda da vida humana.

A balsa será liberada assim que forem cumpridos os requisitos que permitam voltar a operar com segurança”, explica a tenente do comando do 5º Distrito Naval, Ana Clara Ferreira Piantino, por meio de nota.

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Bocaina do Sul frisa que a balsa não está interditada. “A estrutura apenas passa por manutenção, devido ao acúmulo de água nos porões.

Além disso, serão feitos outros reparos necessários para o bom andamento das atividades e a segurança das pessoas que utilizam a balsa, de acordo com as normas exigidas pela Capitania dos Portos de Santa Catarina, órgão ligado à Marinha do Brasil”, conclui.

Com a paralisação, a balsa deixa de transportar, em média, 20 veículos ao dia. Além disso, quem utilizava a balsa diariamente, precisa percorrer um trajeto mais longo, ou seja, andar aproximadamente 100 quilômetros a mais, entre ida e volta, para chegar à BR-282 por Lages, segundo o coordenador da Defesa Civil de Otacílio Costa, Júlio Dias.

A embarcação está parada há mais ou menos duas semanas e voltará a funcionar assim que a manutenção estiver concluída e passar por novas vistorias. O horário de funcionamento se manterá das 6h às 12h e das 13h às 22h, de segunda a segunda, de forma gratuita. Ninguém soube informar os valores empregados para a manutenção da balsa.

Primeira reforma

Esta é a segunda reforma pela qual passa a embarcação. A balsa que foi instalada no Rio Canoas há mais 20 anos, passou por obras de adequações tanto na modernização como na manutenção dos equipamentos, só em 2017.

Na época, apresentou rachaduras e precisou ficar parada por cerca de 30 dias. Os serviços foram executados por uma empresa terceirizada sob a responsabilidade da Prefeitura de Otacílio Costa.

clique para comentar

Deixe uma resposta