Geral

Aeroporto Regional já pode receber voos não comerciais

Published

em

Foto: Adecir Morais/ArquivoCL

O Aeroporto Regional do Planalto, em Correia Pinto, na Serra, já recebeu o primeiro voo. A primeira aeronave a pousar no local foi um avião de pequeno porte particular, prefixo PTBLM, no último dia 16. Por enquanto, o local, que foi homologado recentemente pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), está operando sob condições visuais. e por enquanto, apenas para voos não comerciais, que dependem de controle alfandegário. 

A Infraero, que administra o empreendimento, sustentou que o local já está aberto para os voos, e não soube passar mais detalhes sobre a origem e destino da aeronave que pousou no local. O órgão assegurou que todas atividades no empreendimento estão sendo fiscalizadas. Ainda falta implantar os voos por instrumento, feitos quando não há referências visuais para os pilotos e os controladores aéreos, como em caso de nevoeiro (teto baixo).

De acordo com o Governo do Estado, as atividades por instrumento serão implantadas somente quando for escolhida a nova empresa que vai administrar o empreendimento. Atualmente, o aeroporto está sendo tocado pela Infraero. O edital de licitação para a escolha desta empresa deverá ser lançado nos próximos dias, segundo George Picinato, da Secretaria Estadual de Infraestrutura.

Ainda conforme George, o governo já fez contato com várias empresas que têm interesse em operar no aeroporto, dentre elas a Azul Linhas Aéreas. A definição da empresa que vai administrar o empreendimento e a implantação dos instrumentos são essenciais para atrair estas empresas aéreas para operar no local.

Fim de uma longa espera

O Aeroporto Regional, que começou a ser construído em 2002, é considerado uma obra essencial para o desenvolvimento da Serra. No total, os investimentos já ultrapassam R$ 63 milhões, com recursos da União e do Governo do Estado. A homologação é o resultado de muita luta de autoridades regionais.

Na portaria de homologação, o superintendente de infraestrutura aeroportuária, Virgílio de Matos Santos Castelo Branco, inscreveu o código identificador do aeródromo, definiu o ponto de referência e denominou o local como Aeroporto Regional do Planalto Serrano. A inscrição tem validade de 10 anos e passa a valer a partir de hoje.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Claudio Lemes Louzada

    03/03/2020 at 10:49

    Avião Fantasma pousa em Correia Pinto!!! Ninguém sabe de onde veio e para onde foi!
    A temeridade do fato ainda não foi conscientizada pelas autoridades do controle de tráfego local e o centro de controle da região sul na sua base na cidade de Curitiba e também o público leitor.
    Aeródromo opera voos visuais. Aeroporto voa por instrumento!!!
    O voo por instrumento é utilizado para sequenciamento de tráfego (aeronaves) que se aproximam e se afastam de um aeroporto, usando-se de sua precisão. Serve para as aeronaves navegarem sobre terrenos montanhosos e elevados, auxilia o avião a ingressar na aerovia e a deixar de forma ordenada. Em outro plano, conduz as aeronaves para aproximações e pousos com teto e visibilidade baixa, tudo baseado em informações provenientes de satélites. Saudações,

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto:
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: