Geral

Acidentes não têm ligação com defeitos na pista ou nos veículos

Published

em

Fiscalizações, ações educativas e orientações de trânsito durante os cinco dias e Operação Rodovida - Foto: PRF/SC/Divulgação

Os motoristas que trafegaram pelas rodovias federais durante os feriados de Natal e Reveillón, entre os dias 23 de dezembro e 1º de janeiro, deram trabalho para os policiais rodoviários da 5ª Delegacia de Lages. O chefe da, Jailson Nazário, observa que mesmo com a fiscalização intensificada ainda houveram acidentes graves e com mortes, cuja estatísticas ele atribui a três fatores: imprudência, negligência ou imperícia. “Não há ligação com defeito mecânico ou problemas na via”, garante o agente. 

Nesse período, os patrulheiros flagraram 44 irregularidades no que diz respeito a CNHs e documentos. Também foram removidos (guincho) 24 veículos. Atenderam três ocorrências de crimes, sendo quatro pessoas presas. 

Além das fiscalizações foram desenvolvidas ações educativas em transporte coletivos (3), e suporte para 18 usuários das vias. Os agentes fizeram orientações de Trânsito e 574 fiscalizações de alcoolemia. Num total de 1.073 abordagens e 851 veículos fiscalizados. Durante a Operação Rodovida foram registrados nove acidentes com 24 pessoas feridas, duas em estado grave e duas mortes.  

Ao longo da Operação foram computados 239 autos de Infração (multas), 14 por alcoolemia, 46 por não usar cinto de segurança ou cadeirinha e 15 ultrapassagens em local proibido.

Retorno do feriado prossegue domingo

A Operação Rodovida prossegue agora focada no movimento pós-feriado de Ano-Novo. De hoje até domingo (5), espera-se  grande fluxo de veículos, considerando-se que algumas famílias emendam o feriado até o fim de semana. “Normalmente nos dias que antecedem e sucedem os feriados, o movimento tem sido constante desde as primeiras horas do dia. Temos observado, inclusive, movimento intenso durante a noite, principalmente até as 20h”, salienta Nazário.

Operação Ano Novo 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou a Operação Ano Novo entre os dias 28 de dezembro de 2019 e 1º de janeiro de 2020. Em cinco dias de operação a PRF/SC registrou 102 acidentes, com um saldo de 154 feridos e seis mortes.

Das 6 mortes ocorridas, três foram na BR- 101. As outras foram nas BR´s 280, 282 e 470. As três mortes ocorridas nas rodovias de pista simples foram em decorrência de colisões frontais, uma delas muito grave causada por falha humana. Também há que se destacar que dos seis mortos, três eram motociclistas. Independentemente de culpa, o motociclista é quem se machuca.

Serra:

Acidentes: 9

Feridos: 26

Mortos: 2

Estado:

Acidentes:102

Feridos: 154

Mortos: 6

Em 12 dias foram 48 acidentes, 44 feridos e dois óbitos

Entre os dias 20 de dezembro e 1º de janeiro, considerando-se o período de Natal e Ano Novo, a Arteris Planalto Sul realizou 1.601 atendimentos na BR-116/PR/SC no trecho entre Curitiba/PR e a divisa dos estados de SC e RS. Nesse período, cerca de 38.100 veículos transitaram, em média, por dia, nas praças de pedágio da concessionária, volume 0,1% menor que o registrado no ano de 2018 e 1,5% menor do que o registrado em dias normais.

A maior parte dos atendimentos realizados foi no suporte a veículos com problemas mecânicos, com 778 acionamentos, sendo que em 58,5% foi necessária a remoção do veículo. Além disso, as equipes de emergência da Planalto Sul prestaram socorro em 48 acidentes com 44 feridos e dois óbitos.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com