Notícias

Usuários farão manifestação contra a Transul

Published

em

Foto: Núbia Garcia

Usuários do transporte público de Lages estão organizando uma manifestação contra os serviços prestados pela Transul. A organização do evento que havia divulgado como sendo nesta quinta-feira (18), informou que nova data será marcada. Superlotação, preço da tarifa, qualidade dos serviços prestados e o comportamento de alguns motoristas e cobradores da empresa são parte da pauta de reivindicação dos manifestantes.

Priscila Farias, 25 anos, mora no Bairro Bom Jesus e trabalha em uma empresa no Bairro Cidade Alta. Ela usa o transporte público pelo menos duas vezes por dia para trabalhar. Os ônibus também são seu meio de locomoção para passeios nos dias de folga.

Segundo ela, um dos maiores problemas é a superlotação, especialmente quando precisa ir para casa com a linha “Rodoviária”, que sai do terminal às 18h10. “Essa linha leva o pessoal que vai para os bairros, parte da Várzea, Habitação, Caça e Tiro, e mais o pessoal até a Uniplac. Até chegar na universidade aquele ônibus é muito cheio”, conta, afirmando que a situação se agravou desde o começo do ano, quando houve a supressão de uma linha que atendia exclusivamente aos estudantes da Uniplac e Cedup Renato Ramos.

Priscila conta que já chegou a formalizar a reclamação no escritório da Transul que fica no Terminal Urbano, porém, não obteve retorno. Diante dos problemas enfrentados e observando que nas redes sociais outros usuários também compartilham as mesmas reclamações, Priscila criou um evento no Facebook, para organizar a manifestação. Por meio deste evento e de grupos desta rede social, ela levantou outros problemas que comporão a pauta de reivindicações, como o preço da tarifa.

Contatado pela reportagem, o gerente de tráfego da Transul, Genesio Küster, explicou que precisa analisar melhor a situação e conhecer os detalhes, para apresentar soluções. Segundo ele, a linha que atende exclusivamente aos estudantes da Uniplac e Cedup Renato Ramos continua em atividade normalmente, saindo do terminal, no Centro, às 18h30.

Küster explica que no horário das 18h05, um outro ônibus sai do terminal em direção ao Bairro Morro Grande, passa em frente à Uniplac e geralmente tem poucos passageiros. Ele afirma que a empresa vai avaliar a possibilidade de mudar o horário de saída desta linha para alguns minutos mais tarde, a fim de melhor atender à população e evitar a superlotação.

O gerente de tráfego destaca, ainda, que os usuários que têm reclamações, podem contatar diretamente o escritório da Transul, localizado no Bairro Conta Dinheiro, pelo telefone 3221-4600, para formalizar a reclamação.

clique para comentar

Deixe uma resposta