Festa do Pinhão

Tecnologia aliada à segurança para o combate da criminalidade

Published

em

Foto: Marcela Ramos

Utilizada na saúde, na educação e no nosso cotidiano, a tecnologia está cada vez mais presente na dia a dia da população. Desta vez, esse conjunto de técnicas interligadas a um banco de dados estão sendo aliadas da segurança pública para o combate à criminalidade em Lages, na Serra Catarinense, especialmente durante a 31ª Festa Nacional do Pinhão. O que antes era visto apenas em filmes, agora se torna realidade.

A Polícia Militar de Santa Catarina está fazendo teste, em alguns pontos do Estado, do método de monitoramento de reconhecimento facial. Os equipamentos de monitoramento por meio de reconhecimento facial estão disponibilizados pela Anec e Oi para uso em testes.

O comandante 6º Batalhão de Polícia Militar em Lages, tenente-coronel Alfredo Nogueira, explica que as câmeras estão instaladas no acesso principal do parque e também na entrada dos estudantes. Os equipamentos fazem a leitura do rosto das pessoas utilizando pontos e medidas, como o comprimento da linha da mandíbula, o tamanho do crânio, a distância dos olhos e largura do nariz. Ao fazer a leitura e reconhecer uma face, o sistema faz um cruzamento com um banco de dados nacional, no qual constam todos os mandados de prisão ativos, assim, os agentes que estão dentro do Parque de Exposições Conta Dinheiro, onde acontece a Festa do Pinhão, recebem um sinal para acionar a equipe de patrulhamento.

Na segunda-feira (17) e na quarta-feira (19), dois homens foram presos por estarem com mandado de prisão ativos por não pagamento de pensão alimentícia. O comandante ressalta, que neste banco de dados constam, também, todas as pessoas que foram presas durante as últimas edições da festa. “Este sistema de reconhecimento facial cria um mecanismo de blindagem e maior segurança”. Há um projeto para que esse sistema seja usado no videomonitoramento da cidade, futuramente, segundo revelou o comandante.

Alguns testes foram realizados em Florianópolis. Por ser um evento estadual, a Festa do Pinhão torna-se importante momento para fazer novo uso da ferramenta.

Operação Inverno

Durante mais de 120 dias, a Polícia Militar atuará de maneira preventiva e ostensiva em seis municípios da Serra Catarinense, como Lages, São Joaquim, Urubici, Urupema, Bom Jardim da Serra e Bom Retiro. “Já estamos com um efetivo de reforço no Recanto do Pinhão desde o dia 8 de junho e, agora, com o início da Festa do Pinhão, receberemos um contingente maior, cerca de 70 policiais militares trabalharão de maneira exclusiva nos 10 dias de evento”.

Durante o período de inverno, alta temporada turística na Serra, o policiamento ganha reforço estratégico de policiais de diversas cidades do Estado, no intuito de preservar a ordem pública garantindo mais segurança aos moradores locais e turistas que visitam a região em maior número nessa época do ano.

A Operação, conta o apoio do Pelotão de Patrulhamento Tático, Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (Rocam), policiamento com cães, Cavalaria e o helicóptero Águia 4, as guarnições locais atuam na orientação aos turistas e empreendimentos, ações de segurança preventivas de patrulhamento e barreiras policiais.

“Não haverá mudança na rotina operacional do policiamento diário da serra catarinense”, garante o comandante.

Três fases

No Recanto do Pinhão há reforço de mais 10 policiais e o policiamento ocorrerá de forma intensa no Centro e no Bairro Coral, pelo aumento do fluxo de pessoas e veículos naquela região.

Na segunda fase, mais 70 policiais foram deslocados de outros municípios para atuar na preservação da ordem pública durante a Festa Nacional do Pinhão. Nos dias de maior movimentação no evento, o policiamento também terá um incremento no efetivo.

Após o encerramento da Festa do Pinhão, a Operação Inverno entra na terceira e última etapa, a do Serra Catarina – Festival de Inverno, que ocorre até o dia 31 de agosto. Nesse período, toda a região continua se projetando como destino para turistas que buscam as atrações do inverno, como shows, lazer e paisagens regionais. “Nesse período, Lages, Bom Retiro, Urupema, Bom Jardim da Serra e São Joaquim recebem uma atenção especial, já que se tornam o principal roteiro turístico do Estado”, finaliza o comandante.

 

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com