Geral

Serra Catarinense passa a ser opção no verão

Published

em

Foto: Núbia Garcia

Urubici, Lages e Urupema foram as cidades serranas mais visitadas no inverno deste ano. É o que aponta a pesquisa “Fecomércio de Turismo – Inverno na Serra Catarinense 2019”. A alta temporada nos meses de frio vem se consolidando na região, que a cada ano aprimora a oferta de serviços turísticos, aliando o clima e as belezas naturais à hospitalidade e à boa gastronomia para atrair visitantes.

Foram justamente os atrativos da Serra Catarinense que fizeram o casal Cláudia Moreira, 51 anos, e João Moreira, 52 anos, viajar mais de 670 quilômetros entre a cidade onde moram (Rio Grande – RS) e Lages. De férias, aproveitaram para repetir o passeio feito em 2018. No ano passado, por causa da chuva, o passeio não foi como esperavam, por isso, decidiram voltar agora na expectativa de aproveitar melhor.

“Cada quilômetro percorrido valeu a pena porque a Serra Catarinense é linda. Estamos de férias e aqui [Pousada do Sesc] é o lugar perfeito para relaxar”, comenta Cláudia. “Estamos adorando conhecer a Serra e, ao mesmo tempo, curtindo o ambiente tranquilo do Sesc para descansar”, complementa João.

Elisa Lima, 34 anos, e o marido Gustavo Schneider, 35 anos, também aproveitaram o tempo livre para conhecer a Serra. Há alguns anos são clientes do Hotel Sesc Cacupé em Florianópolis, onde moram, e agora decidiram conhecer a Pousada do Sesc. Por isso, vieram para Lages pela primeira vez. “Aqui é um lugar onde as crianças podem ter contato com os animais e a natureza. Por isso, quisemos vir conhecer”, conta Elisa, que trouxe os filhos Aime, 4 anos, e Artur, 2 anos, para passear.

A temporada de inverno já acabou, mas o movimento turístico na região não dá indícios de que diminuirá. De acordo com o coordenador de unidade do Sesc em Lages, Fernando Machado Pereira, a Pousada do Sesc não tem mais vagas para finais de semana até dezembro. Além disso, já não há vagas para hospedagem no Natal e no Ano Novo desde setembro.

“O catarinense está buscando novas alternativas para as férias. O que a gente tem sentido nos últimos anos é que o pessoal que mora no litoral está buscando outras possibilidades, ao invés de permanecer na praia na alta temporada de verão”, analisa.

 

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com