Serra S.A.

SC reduz ainda mais a taxa de desemprego

Published

em

A economia diversificada do estado facilita a superação de crises e a geração de postos de trabalho - Foto: Agência Alesc / Divulgação

É claro que existem milhares de pessoas desempregadas no estado, mas Santa Catarina registrou 5,3% de taxa de desocupação no quarto trimestre de 2019. O percentual é o menor já registrado desde o quarto trimestre de 2015, quando a taxa ficou em 4,2%.

O estado permaneceu com o menor índice do país, que apresentou média de 11%. Os dados foram divulgados pelo IBGE e apresentam uma queda em relação ao trimestre anterior, quando a taxa foi de 5,8%.

Em segundo lugar está o Mato Grosso (6,4%) e em seguida o Mato Grosso do Sul (6,5%). Das 27 unidades da federação, apenas nove ficaram abaixo da linha de 10% de desocupação. As maiores taxas foram registradas na Bahia (16,4%) e no Amapá (15,6%).

Seguindo a tendência nacional, a maioria dos estados registraram queda. Apenas Acre, Sergipe e Piauí tiveram aumento da taxa na passagem do terceiro para o quarto trimestre de 2019. Essa situação justifica o movimento crescente de pessoas que migram para morar aqui.

Nosso estado é avaliado como de primeiro mundo, local onde as pessoas têm qualidade de vida. Tem até quem não concorde, mas basta comparar os índices catarinenses com os de outros estados para constatarmos que estamos muito bem.

Incentivo_ O Governo do Estado e a iniciativa privada se unem para estimular a produção de trigo, triticale e cevada em Santa Catarina. A intenção é ampliar em 220 mil hectares a área plantada com grãos de inverno, além do desenvolvimento de novas cultivares para o uso na ração animal. O novo programa da Secretaria da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural foi lançado nesta quinta-feira, 13, durante o 5º Fórum Mais Milho, em Mafra.

Incentivo 2_ Grande produtor de carnes e leite, Santa Catarina é hoje o maior importador de milho do Brasil. Todos os anos cerca de quatro milhões de toneladas do grão são importados de outros estados e países para abastecer a cadeia produtiva catarinense. Com o Programa de Incentivo ao Plantio de Grãos de Inverno, a Secretaria da Agricultura e a iniciativa privada querem estimular os agricultores a plantarem trigo, triticale e cevada, que podem complementar a ração animal e trazer mais renda para os produtores rurais, sem interferir na safra de verão.

Fiesc_ A Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) lançou a campanha de celebração dos 70 anos de sua fundação, ocorrida em 25 de maio de 1950. O mote da campanha é “Indústria, Estado da Arte”, fundamentada no conceito de que “produzir é uma arte. A indústria gera empregos, arrecadação de impostos e desenvolvimento econômico e social. Mas também é uma atividade inspiradora. É talento, transpiração, perseverança, excelência, inclusão, inovação”. A campanha prevê uma série de eventos e ações em todas as regiões do Estado. Uma grande programação está prevista para a Semana da Indústria a ser realizada de 25 a 29 de maio.

Disposição_ A consolidação da recuperação da atividade e as expectativas otimistas dos empresários aumentaram a disposição da indústria para investir nos próximos seis meses. O índice de intenção de investimento subiu 1,1 ponto na comparação com dezembro e atingiu 59,2 pontos em janeiro. Foi o quarto aumento consecutivo do indicador, que alcançou o maior nível desde fevereiro de 2014, informa a Sondagem Industrial. O indicador varia de zero a cem pontos. Quanto maior o índice, maior é a disposição para os investimentos.

Grafeno_ Comitiva da Universidade de Caxias do Sul convidou, em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro para a inauguração da planta fabril de produção de grafeno na UCS, prevista para ocorrer no dia 14 de março, no Campus-Sede da Instituição. A nova estrutura na Universidade já está em fase de testes e, a partir do início de seu funcionamento, no mês de março, terá capacidade de produzir 500 quilos do material ao ano, considerado o principal recurso da atualidade para aplicações em alta tecnologia. Grafeno é o material mais leve e resistente que existe, com altíssima condutividade térmica e elétrica. A produção coloca o Brasil no rol dos poucos países que exploram essa tecnologia.

Klabin_ A empresa está com inscrições abertas para o primeiro Pitch Day do ano, com o tema “Estabilização química de solo para Estradas Florestais”. Nesta edição, o foco serão as soluções que aumentem a resistência do solo aos esforços e desgastes induzidos pelo tráfego do transporte de madeira em estradas rurais. Conservar estradas por onde passam caminhões é um desafio para os municípios da Serra Catarinense e qualquer inovação que amplie a durabilidade é bem vinda.

Em baixa_ A inadimplência do consumidor segue bem-comportada neste início de ano. Dados apurados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostram que o volume de consumidores com contas em atraso cresceu 1,38% em janeiro deste ano na comparação com igual período do ano passado. Apesar da alta, trata-se da segunda menor variação para os meses de janeiro em 10 anos de série histórica.

Criatividade_ Quando a gente pensa que tudo já foi inventado surgem novos empreendimentos. São 132 milhões de animais de estimação no Brasil, segundo dados do IBGE. Sabendo que os pets são figuras cada vez mais presentes nas casas brasileiras, e o interessante potencial desse mercado, empresas oferecem planos de saúde para pets com preços a partir de R$ 27,00.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com