Geral

Reforma transforma igreja em uma arte religiosa

Published

em

Reforma foi geral, somente os vidros não trocaram - Fotos: Susana Küster

Quem olha por fora, não imagina como está por dentro a igreja da Paróquia Nossa Senhora da Saúde, que fica no Bairro Guarujá. A aparência está de tirar o fôlego, principalmente para quem conhecia a antiga estrutura construída há 57 anos.

Cada espaço da igreja tem um significado. Na frente, a cruz que Cristo está crucificado fica suspensa sob o altar. O círculo dourado que envolve a cruz, expressa a nova e eterna aliança. “Deus deu seu filho para que libertasse a humanidade do pecado, aqui se representa o céu no círculo que desce para nós, através de Cristo”, explica o padre Carlos Pamplona.

Atrás do altar, o sacrário é cercado com pequenos quadrados amarelos espalhados de forma harmoniosa, que simbolizam a luz do sol e de Cristo. No ambão da palavra, uma videira esculpida em ferro, por um artesão lageano, serve de apoio para a equipe litúrgica fazer as leituras das celebrações.

“Lembrando o evangelho em que Jesus diz: Sou a videira e vós sois os ramos, quem permanece em mim, produz muito fruto. Fizemos essa videira no lugar em que se proclama a palavra para lembrar que o que escutamos ali devemos aplicar na nossa vida”.

Um espaço foi reservado do lado esquerdo para os batizados, que antes eram feitos em uma pia batismal improvisada. Agora, possui água corrente que sai da boca de um peixe, que simboliza os cristãos e o Cristo ressuscitado. Nossa Senhora da Saúde ficou no lado esquerdo, na frente da igreja, mas de forma discreta, justamente para lembrar que ela não é o centro da fé católica.

A iluminação foi implantada de forma que a estrutura se sobressaia, luzes diretas destacam as colunas laterais. O sistema de som foi melhorado e a equipe de música agora tem um espaço reservado perto do altar. As imagens, bancos, piso e até o forro foi trocado. A única coisa que não mudou foram os vidros laterais, mas que serão alterados no futuro.

Os materiais utilizados não são artificiais de forma proposital. Foram usadas madeiras, pedras, ferro e metal dourado. “Diante de Deus, não devemos nos apresentar com artificialidade”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Reforma uniu e fortaleceu fé de comunidade

Uma das funções da igreja é fazer as pessoas se sentirem em um pedaço do céu, diante do divino, segundo esclarece o padre Carlos Pamplona. Por isso, a reforma ampla, não significa somente beleza e conforto. Para conseguir os R$ 400 mil necessários para a obra, a igreja fez diversos eventos e ações durante quatro anos, que envolveu a comunidade do Bairro Guarujá de forma voluntária.

A obra durou um ano e há uma dívida de R$ 41 mil porque os bancos ainda não foram pagos. Estão sendo feitas campanhas para angariar mais recursos. O padre conta que já durante a reforma, os fiéis começaram a colaborar mais com o dízimo, na medida que viam a obra tomar forma. “Pessoas de outros bairros também ajudaram, mas a comunidade do Guarujá foi a que mais colaborou. Antes, saíam daqui para se casar, agora estão agendando casamentos”.

A obra vai continuar, pois será feita uma reforma na parte externa com direito a uma capela mortuária mais ampla. E uma gruta com via sacra. A ideia é que a igreja se transforme em um ponto de visitação de fiéis e turistas.

Padre Carlos Pamplona é pároco da igreja – “Uma das funções da igreja é fazer as pessoas se sentirem em um pedaço do céu, diante do divino”.

Mistério do sumiço do sino continua

Há mais de um ano, o sino da igreja sumiu. A polícia investigou o crime, mas nada foi descoberto. O padre acha que o caso foi arquivado, mas o CL não conseguiu confirmar essa informação com a delegacia responsável. Uma semana antes da igreja ser inaugurada, uma janela da frente foi arrombada. Mas havia apenas um armário vazio dentro. Agora, há um sistema de alarme instalado.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com